sexta-feira, 29 de abril de 2011

Casamento de Princesa (Diário da Mirys)

Não teve jeito... eu nem fui atrás do assunto, mas ele veio até mim. Todo mundo só fala nisso: o casamento do principe William e futura princesa Katerine (que nome lindo!). Então, eu até comentei com as crianças: "- Amanhã tem um casamento de princesa de verdade!"

PS: Quando o Guilherme descobriu que o príncipe se chamava William (Guilherme, em inglês), ficou felicíssimo!!!

Mas, hoje, acordei às 5:45hs da manhã, sozinha. Sem despertador, sem nada. A Helena tinha dito "mamãe" e eu fui lá ver. Ela tinha virado na cama, estava dormindo sobre as almofadas que ficam no pé da cama e não tinha como colocar o cobertor. Peguei no colo ("- shi, shi, shiiiii, é a mamãe...") e levei pra minha camona, quentinha, com cobertor grandão. E fui fazer imposto de renda, na sala.

Liguei a TV e... não teve como não acompanhar.
E não teve como não pensar... naquele casamento estará "faltando" uma peça... alguém não estará lá. Por mais que existam outras pessoas, por mais que "tudo o que importe" pro William seja ver a Kate lá, por mais que muitos já tenham refeito a vida, por mais que tenha passado muito tempo. Sempre haverá uma ausência presente. Alguém que deveria ver, que deveria morrer de orgulho, que deveria estar lá, chorando no altar... e não estará.

Eu me lembrei que uma das primeiras e piores crises de choro que eu tive no começo do luto, foi um dia que eu pensei, de nada: "- Meu Deus! E quando a Helena for se casar? Quem vai levá-la ao altar?". E chorei. Chorei muito, doído, incontrolável, inconformada em ter que gerenciar aquela nova realidade. Mesmo que eu ainda tivesse muito tempo para realmente ter que encarar esse "problema".

Perdida no meio desse monte de pensamentos, nos casamentos dos meus filhos que ainda irão acontecer (daqui a muito tempo), olho pra porta e vejo a minha princesa! Com um pijaminha rosa de princesas da Disney, os olhinhos apertados e sujos, os cabelos bagunçados, estendendo os bracinhos pra mim quando me viu...

"- Mãmi, eu tive um sonho pesadelo", disse ela, deitando no meu colo e esfregando os olhinhos.
"- Foi, filhotinha? Com o que você sonhou?"
"- Não sei... Mãe, o que é isso?", respondeu a Nina, olhando a TV e puxando o cobertor que estava nas minhas pernas.
"- Aquele casamento da princesa de verdade, que eu te falei. Lembra? Olha ali, naquele carro, a princesa acabou de sair de casa e vai para a igreja."

E fiquei ali explicando, segurando o choro:
que aquela moça de branco era a irmã / madrinha da princesa;
que aquele senhor ao lado dela, era o pai da princesa; ("não pergunta, filha! não pergunta nada!", eu torcia)
que aqueles dois de farda, no altar, eram o príncipe e o irmão dele;
que aquele outro de farda era o pai do príncipe e a esposa dele; ("não pergunta, não pergunta, não pergunta")
que as mães não ficam ali, junto com a noiva, quando ela me disse que as noivas deveriam entrar com o pai e a mãe na igreja ("obrigada pela consideração, filhota!")

Aí, o relógio me acusou de estar atrasada. E o meu choro encontrou a desculpa perfeita para se esconder, por mais uns minutinhos.

Dei um beijo na minha pequena princesa, passei as instruções para a nossa ajudante, pois hoje é dia de ballet e a minha pequena estará de tutu branco, às 11hs. Diferente daquela outra princesa, naquela outra roupa branca, nas 11hs de outro país. E saí pro trabalho, chorando, mas dando graças a Deus que eu ainda só tenho que me preocupar com a cor da roupinha de ballet...

OBS: essa foto é EXCLUSIVA do Roberto Cambusano - amigo fotógrafo exclusivo (há) da Juju. Passem no blog dela e confiram outras fotos personalizadas (é só pra quem pode, heim, mulher?)

11 comentários:

+1 disse...

foto: Roberto Cambusano
brasileiro que vive em Londres

+1 disse...

Mirys,
só respondi o nome do fotógrafo pq vi sua msg, agora vim ler seu texto com calma.

tenha calma, menina, sua criança tem chão ainda, não será um sofrimento, será uma saudade sua, não se mortifique com isso agora, sei que é dificil e entendo sua dor, ainda é o luto, e sei que é corajosa e não passar esse sentimento para sua princesa.

beijo
Ju

ANA disse...

Mirys,esses dias meu comentario nao entrou,e entao farei isso agora.Adorei a decoracao da sua casa,super diferente,isso e´que e´personalidade propria!vC gosta de letras mesmo...li um outro post tipo receitas Mari Hart,adorei;e´outra que sempre visito o blog e admiro a forma dela encarar a vida.Quanto a NINA entrar na igreja,ja´pensou ela entrando c o Guigo?que emocao hein,mae? Mas,sabe o que mais gosto em vc/no blog? ACho fantaaaaaaaaaastico vc responder todos os seus comentarios.Acho muita atencao sua!AdorO!Ah,tenho que te contar,acabei de chegar do GO,ele disse que a partir de junho,posso tentar outra gravidez.Ja´estou sonhando novamente c esta hipotese!BJ a vc e aos pimpolhos

Mirys + Guigo + Nina disse...

Ju:

Primeiro, muito obrigada pelo nome do fotógrafo! Vou correndo arrumar o post! Avisa pra ele, viu?

Quanto ao sentimento de mãe... é inevitável, mulher! É incontrolável, apesar de não ser muito racional. Eu sei! Eu sei que ainda tem muito chão, que temos várias hipóteses de substitutos, que talvez a Nina nem se case... enfim. Mas, coração de mãe é coração de mãe. E eu não sei se estava mais doída porque o Fer não vai poder ver sua menininha entrar na igreja ou se porque a Lady Di (mãe, como eu), não viu o seu próprio filho...

Não queria pensar, mas pensei.
Mas, não deixo a peteca cair, não!Tenho amigas blogueiras SENSACIONAIS para me ajudar a segurar a onda!

Bjos e bençãos.
Mirys

Mirys + Guigo + Nina disse...

Ana:

Que pena que seu comentário anterior não veio... ADORO COMENTÁRIOS!

Sobre a Nina e seu (futuro provável) casamento... já pensei no Guigo, sim. E no meu pai. E no pai do Fer. E nos meus irmãos. E nos meus cunhados que são loucos por ela. E no padrinho dela. Enfim... gente é o que não vai faltar! Mas, eu fico doída pelo FER, mesmo... que adoraria fazer parte de um momento como esse e não vai estar aqui...

Mas, não esquenta comigo! Ando meio jururu, nesses dias. Vai passar! Sempre passa!

AGORA, FALA PRA MIM QUE BOAS NOTÍCIAS SÃO ESSAS????? Será que vocês vão empolgar rapidinho???? Tomara! Tomara que empolguem, que namorem muuuuuuitoooo, e que o bebê venha no tempo de Deus. E que seja lindo, saudável, amado, feliz!

Bjos e bençãos.
Mirys - tentando escrever pouco e não conseguindo...

A mãe dos Gêmeos disse...

Ai mirys, mãe é mãe e não adianta, eu tbem falo pro meu marido, imagina qdo eles estiverem namorando são duas noras de uma vez !!! Oh que sofrimento!!!rsrrsrsr
Bjos
Ana
http://amaedosgmeos.blogspot.com/

Sarah disse...

Ai Myris, também me emocionei com o casamento... Lindo demais de assistir. Casamento de princesa de verdade poxa, não tem como não se emocionar.
E entendi seu choro... meu pai faleceu antes que eu me casasse, e no fim nem casei da forma tradicional...
Mas olha, tenho certeza que, no dia do casamento da princesa Helena, a mamãe aí vai chorar de novo... mas de felicidade.
beijos!

Nana disse...

Lindonaaaa... demorei pra postar sobre o casorio pq acordei muito cedo e o dia no trampo foi trash! Daí, 10 da noite..so queria cama!!!
Mas tem texto sobre o #casamentoreal fresquinho pra vc ler.
Bjs e fiquem c Deus.

Zuleide Felisberto disse...

a gente ta sempre na expectativa do amanhã!
mas DEus na sua infinita sabedoria sabe o que faz, é só confiar!
bj

Megs disse...

Mirys, querida....
Sei que td isso deve passar pela cabeça das maes (deve ter passado na da minha mae tb, no dia do meu casorio)....
Mas, ate agora vc pensou como mae e esposa... Vou te tranquilizar como filha.
No dia do meu, meu pai ja nao estava mais visivelmente entre nos. nao tenho irmaos, mas tenho muitos primos, amigos, pai de amigas, enfim...........
Sabe quem entrou comigo (to arrepiada de contar)????
Meu pai. Sim Eu o senti demais a meu lado. Tirei forças nao sei de onde (e acreddite, na hora foi muito natural). Justo eu q sempre fui tao timida, entrei sozinha.
Mas e meus primos etc? Desculpem, amo tds, uns mais que outros, mas ninguem poderia estar no lugar do meu pai.
Entao vamos la: ir a igreja com o carro que ele me deixou. É aquele mesmo q nos dois fomos na agencia buscar, so nos dois..... e que eu tenho ate hj, pq eu o vejo la dentro.
Tava um calor insuportavel...
Qdo sai do carro, de repente..... um vento incrivel...... inexplicavel..... so naquela hora, so durante o casamento.
Precisa mais?
Nina, o Fer tb entrara com vc........ e sera magico........ como o meu!!!!!!!!!!!!!!!
Bjs

Anônimo disse...

Vivi essa ausência, na mesma data... Mas assim como o príncipe, coloquei nos detalhes as lembranças...
E assim ela pode estar lá!
Dói muito, até hoje!
Bjs.
Cinthya