segunda-feira, 28 de março de 2011

Era uma vez 12 - Entendeu a mensagem???? (Diário da Mirys)


OBS: se você perdeu alguma parte dessa história e quer ler do começo (pra ficar por dentro de tudo), está aqui, ó! introdução, parte 1, informações importantes, parte 2, parte 3, mais explicações importantes, parte 4, parte 5 e parte 6. Agora, vamos lá!

Era bem verdade que eu e o Fer éramos muito próximos. Mas, eu também era bem amiga de muitos outros meninos. E nunca saí com nenhum deles. Sempre fui mais amiga de meninos do que de meninas. Nunca tive muita paciência para roupas, sapatos, maquiagem, salões de beleza (a Helena me ensinou taaaaantooooo) e trocava tudo isso para ir andar para bem longe de bicicleta, com meu irmão e seus amigos. Era o máximo!

Eu só era menina na questão de romantismo: eu era mega romãntica! Sempre fui assim: apaixonada, boba, cheia de dengos, carinhos, chamegos, sonhadora, intensa. Quando estava apaixonada, o que era quase sempre, todo mundo sabia. Porque eu andava com meus "passos de feliz" (que, hoje, o Guigo imita direitinho! Ah... a vida...). Eu sorria pro mundo! Eu devia ter um pescoço muito grande, porque a cabeça estava sempre lááááááá em cima! Nas nuvens, mesmo! 24hs por dia. 7 dias por semana. Coitados dos meus pais!... (hihihi)

Só que essa paixonite toda e as demonstrações malucas de amor só valiam com o meu namorado. Se alguém mais mandasse um sinal todo esperançoso, eu não entendia. Juro! Eu não pegava NADA no ar. Eu deixava minhas amigas irritadíssimas com isso porque eu era sempre a última a me ligar no que estava acontecendo. Se fosse comigo ou se fosse com outros. Sou daquele tipo que se alguém está comigo e me manda o menor sinal (do tipo minúsculo-super-micro-formiga), eu correspondo e transformo aquilo no grande acontecimento do meu dia. Agora, se alguém que não é "meu" faz "hãm, hãm" pra eu olhar para o lado dele, eu olho... olho e ofereço uma balinha pra garganta. Ele deve estar com algo irritando a garganta dele, gente!!! Deixa eu ser simpática e oferecer a balinha, poxa?????

Então, todos os meus amigos (os meninos, claro) que, um dia, quiseram alguma coisa comigo tiveram que ser bem objetivos. Eu não funciono com sutilezas! Tem que chegar e abrir o jogo, falar na cara, me deixar chocada (porque eu VOU ficar). Pronto! Não é significado de que eu vou namorar o corajoso amigo, mas é o único jeito dele tentar! Não adianta me dar indireta porque eu não pego! Eu não entendo! Se falar que a roupa tá linda em mim, eu respondo: "- Sério? Gostou mesmo? Comprei em tal lugar!". Só não falo "tá às ordens! Pode pegar emprestado quando quiser" porque é roupa de menina.

Eu sei... sou um caso digno de estudos! Interna a coitada...

Na minha história, como o Fer tinha uma namorada oficial até o começo do penúltimo ano de faculdade e tinha tido várias outras namoradas e rolos depois disso, e como eu era apaixonadíssima pelo meu namorado da época (e eu sei ser de outro jeito?), eu nunca, jamais, nunquinha teria recebido e entendido nenhuma indireta do Fer. Nem mesmo quando, na metade do penúltimo ano de faculdade, eu terminei com o meu namorado (e fui viajar, lembram?) e fiquei arrasadíssima.

Só que, em algum lugar, aí no meio desse caminho dele ter largado da namorada dele, enquanto eu ainda estava com o meu, um dia, ele me olhou diferente. Muito tempo depois, ele me disse que, na época da mudança da república para o apartamento, depois de eu ter ido embora, o irmão dele virou para ele e disse (atenção para a frase que mudou a minha vida!!!):

"- Fer... e a Mirys?"
Pronto! Alguma luzinha lá dentro acendeu. Algum botãozinho ligou. Algo mudou e eu passei do status de "melhor amiga" para o de "ãhãm... pode ser...".

Só que só tinha mudado para ele! Eu ainda estava namorando (na verdade, sofrendo muuuuitoooo porque aquele final de namoro foi um caos!), apaixonadíssima (já disse isso, né?), e não percebi se ele deixou alguma pista para eu seguir. Não segui. Mas, talvez essa seja uma técnica que encante os meninos porque, daí, ele encanou mesmo em mim!

E, quando eu estava para sair de viagem (aquela fatídica), toda chorosa pela minha recém inaugurada vida de solteira (por que terminar relacionamentos é sempre ruim, heim??), fui despedir dos amigos na faculdade. Era julho e a gente só se veria dali um mês. Menos, na verdade... uns 20 dias, no máximo. Mas, eu sempre gostei de um drama e podia ser que eu gostasse do exterior e não voltasse mais (eu já disse que sou intensa!!!). Enfim...

"- Tchau, fulano!"
"-Tchau, Mirys! Aproveita!"
"- Tchau, beltrano."
"- Tchau, Mirys."
"- Tchau, amiga!"
"- Tchau, Mirys! Esquece o ex e aproveita!"
"- Tchau outra amiga!"
"- Tchau, Mirys"

"- Tchau, Fer."
"- Tchau, Mirys. Volta logo. Você vai fazer falta..."

(tenho que escrever a conclusão pequenininha, entre parênteses, que é para não morrer de vergonha! Depois dessa mega indireta, com direito a mão-na-mão, abraço apertado e tudo o mais, eu tive a capacidade de virar para uma das meninas e dizer: "-sabe o que o Fer me falou? 'volta logo porque você vai fazer falta'. Não é lindo? Eu tenho AMIGOS muito legais, mesmo"... e fui embora feliz da vida porque o meu só só só só só amigo tinha dito que eu ia fazer falta. Eu devia ser uma boa amiga... ufa!). Inteeeeernaaaaa!

Cenas do próximo capítulo aqui
.

9 comentários:

Talita disse...

Oi Mirys...
estou adorando a série "Era uam Vez"!!! E, é claro, fico curiosa ao final de cada uma!

Já me identifiquei qd visitei seu blog pela 1ª vez!
Quero dizer que oro por vcs!
Que Deus te abençoe, abençoe sua família!
Bjs

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Oiii! vc comentou la no meu blog sobre o "projeto mamarazzi" e eu achei o maximo e vim aqui lhe conhecer..(calro que vou aderir,hehe)
Eu li seu blog quase todo de uma vez só,a sua historia...Eu não tenho palavras para definir você.Só posso dizer uma coisa,que virei fã de sua pessoa.Parabens pela familia,pela força!
beijos,Ana.

Megs disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk
otima essa historia..............
tb sp fui meio assim..........
so que nao intensa, mas saudosista........................
Ha algum tempo fui mudando.
A vida me fez mudar...............
Bjs

Nana disse...

Hahaha...eu já sou seu oposto...acho q enxergo até demais as indiretas alheias. Bjs e fiquem com Deus.

Dani Facundo Brescia disse...

Hahahahahaha.... eu posso imaginar a sua cara de feliz, pq tinha um "grande amigo"....hahahaha
Bjs!!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Talita e Ana:

Sejam super mega hiper bem vindas, meninas!!!! É sempre bom ter mais gente bacana por perto!

Espero que vocês estejam gostando da "novela da vida real"! Porque eu tô amando dividi-la por aqui. Parece que revivo tudo...

Bjos e bençãos.
Mirys

Mirys + Guigo + Nina disse...

Megs, Nana e Dani:

Eu já disse e repito... INTERNAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!

Não tenho solução... afê!

Bjos e bençãos.
Mirys

Debby disse...

Você não existe.. rsrsr
Nossa Myris... tô chorando pode ???

Tenho esse defeito manteiguisse aguda.
Muito lindo

Bjs
Debby :)

Kinha disse...

Pôxa Myris, mais direto do que isso só tapa no pé do ouvido, querida!