quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Porque o mundo é muito pequeno... (Diário da Mirys)


"Porque o mundo é grande demais para se nascer e morrer no mesmo lugar."
(Pablo Neruda)

Já tinha visto essa frase em um lugar... mas não quis usar... vai que não fosse 'autêntica'? Curto muito Pablo Neruda para fazer isso com ele... atribuir-lhe uma frase que não é...

Mas, hoje, vi a frase de novo. E botei no google. E só consegui encontrá-la como sendo de Neruda em alguns blogs. Nada oficial. Ou seja: pode ser que não seja.

Só que eu tô tão tristinha, tão chatinha, tão sem rumo (com as crianças de férias e eu "sem ter o que fazer" fora trabalhar, comer, colocar a leitura em dia, os videos também, organizar as 1.543.278.395 caixas da última mudança, 3 festas de formatura para ir, presentes de natal para comprar e outras coisinhas básicas de fim de ano), que a única coisa que me anima um pouquinho é pensar que logo, logo, eu vou estar . Eu e os 2 outros mosqueteiros.

Na "cidade da mamãe". No local do meu pedido de casamento. Nas ruas iluminadas de rosa. Nas esquinas com cheiro de crepe. Nos cafés, tomando um vinho. Na neve, muita neve que cai por lá. Naquele lugar onde eu vou ouvir francês como se fosse a coisa mais natural do mundo (porque é! Lá é!). Quem sabe lá eu consiga "virar a página e recomeçar"?

É Fer... você não conseguiu cumprir sua promessa para mim de me levar de novo para lá. Mas eu vou cumprir a nossa de levar as crianças nas minhas primeiras férias. Seguindo a programação. E, amor, se Paris for realmente mais linda vista de cima, espero que você não se deslumbre com o visual e encontre tempo de responder aos beijos da Helena "para cima".

Eu posso até nascer e morrer no mesmo lugar, mas no meio do caminho quero ver e rever muitos outros. Mas porque o mundo é muito pequeno, eu vou poder ir e voltar e ir e voltar de novo que, ainda assim, vou estar sem você. Por que o seu lugar é tão longe, heim?

7 comentários:

Nana disse...

Q gostoso ir para Paris!!!
Ainda me lembro de uma conversa que tivemos na sua casa (acho que foi em algum aniversário do Fer ou seu), qdo lançaram aquele filme do Ratatouille, e vc comentou sobre o qto queria visitar Paris novamente.
Espero q aproveitem muuuuuito essa viagem mesmo!!! Bjs e fiquem com Deus.

Matheus Augusto disse...

"Um pintinho pergunta para seu pai:
- Pai, o mundo termina ali, na cerca?
O pai dá uma gostosa gargalhada e diz:
- Não, meu filho... o mundo é muito maior do que isso. Venha, vou lhe mostrar uma coisa.
Então o galo sobe no telhado mais alto da fazenda e leva seu filhote consigo. O menino fica admirado com aquela nova e magnífica visão do mundo e compreende porque seu pai riu tanto, pois o cercado do galinheiro (que para ele era um mundo), agora era apenas um pequeno detalhe naquela bela paisagem.
O galo, então, todo orgulhoso, lhe pergunta:
- Está vendo aquelas montanhas lá adiante?
- Sim, papai!
- Pois é, meu filho, é lá que o mundo termina.
- Uauuuu... exclamou o pequenino."
Que o seu mundo seja sempre um novo espetáculo a cada novo olhar!

Cele disse...

Mi,

meu Thi também não cumpriu a promessa de me levar pra ver a Berlim dele. Mas eu fui, sem ele, pra recomeçar e foi bom demais! Espero que a paisagem e a companhia te preencham. Que, se ainda assim ele fizer muita falta, daquelas de doer demais, você chore em Paris que vai ser romântico e lindo demais. Cinco minutos depois você estará encantada com mais uma esquina da cidade mais linda do mundo! Muitos beijos!

Débora disse...

Mirys impossivel não comentar o comentário da Cele...rsrsrs
Chorar em Paris é realmente lindo de mais...
Beijos

Mirys + Guigo + Nina disse...

Nana: também espero, querida. Também espero.

Eram muito boas aquelas reuniões mega, com a galera, em Jaúcity, não eram?

Bjos e bençãos

Mirys

Mirys + Guigo + Nina disse...

Tia aMIGa: depois que descobriram que a Terra era redonda, posso dizer que, para mim, o mundo não tem fim!

Só queria pensar assim, todo santo dia!

Bjos e bençãos.

mirys

Mirys + Guigo + Nina disse...

Cele e Débora:

atendendo a pedidos, mandarei fotos minhas de Paris, chorando! No melhor estilo chiquérrima / descabelada! Há!

Bjos e bençãos.

Mirys