quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Amor - Coisas Imprescindíveis da Vida nº 23

Tentei escrever as coisas fora de uma "ordem". Sem dizer quais são as mais ou menos importantes, dentre as 25 coisas imprescindíveis da vida (só 25???). Porque, para cada um, seria uma diferente. Eu sei... Tudo depende do referencial...

Considerando o meu referencial, é óbvio que não poderia faltar na lista o amor. Aquele de namorados, mesmo. Aquele de aquecer o coração, colocar um sorriso no rosto só de lembrar da pessoa, aquele de morrer de saudades da voz, do toque, do olhar. Aquele tipo de amor arrebatador, que te faz ficar sem dormir porque vocês estão muito bem ou porque vocês estão "mal". E era assim antes do Fer e antes da partida do Fer. Sempre considerei isso algo muito especial para se ter nessa vida!...

E achei que seria uma homenagem se o amor ficasse no número 23 da minha lista...

Alguns me apresentam teorias separando amor de paixão. Não sei se concordo 100% com elas. Para estes, a paixão seria aquela coisa louca, que te leva a fazer coisas fora do comum, que traz declarações emocionadas, demonstrações de ciúmes, brigas e reconciliações (ah!... as reconciliações!...) memoráveis. É quando você para e pensa "não vivo sem essa pessoa!!!" e, se vocês se separam, a dor é quase física! O amor seria algo sereno, maduro, onde vocês fazem planos juntos, constroem histórias de família, cuidam um do outro e se tornam pessoas mais fortes, mais seguras e melhores.

Já tive dos dois tipos de sentimentos. Com o Fer era um pouco de tudo. Mais do segundo tipo, mas eu também fiz declarações emocionadas, briguei e reconciliei pelos mais estúpidos motivos, e sempre achei que não viveria sem ele! A dor da separação, hoje, é física! Ainda é física... Por isso eu acho que o amor é um pouco de tudo o que eu disse acima.

Claro que a maturidade e a serenidade são qualidades desejáveis. O fazer planos e construir histórias é necessário. Mas, o amor sem beijos apaixonados, sem declarações inesperadas, sem uma saudade doída quando passam dias longe, sem um toque de arrepiar a alma e fazer cosquinhas no coração... é morno! E ninguém quer passar nessa vida com algo morno!...

Então, AME! Ame e demonstre esse amor! Procure alguém que te leve café na cama, mande bilhetes só pra lembrar que gosta, entregue flores no meio de uma tarde de trabalho "por motivo nenhum", seja louco por você! E faça o mesmo por ele! Façam planos juntos, tenham filhos, sofram um desemprego juntos, comemorarem um novo emprego juntos, orgulhem-se das conquistas um do outro, "enforquem" uma tarde de serviço, dividam a vida. Porque a grande graça do amor é você ser tão maluco por alguém que é capaz de transformar qualquer momento banal da vida em algo a ser lembrado.

OBS: só pra constar = Fer, eu ainda me lembro dos recados de baton no espelho da casa antiga, do pedido de casamento no aeroporto, das brigas por causa de ex-namorados, das reconciliações, dos lugares que conhecemos juntos, das comidas que fiquei te esperando para experimentar e que nós adoramos, das pizzas + friends no colchão da sala do apê de Sampa, das apresentações de rock e dos beijos que eu ganhava de cima do palco, da comemoração do meu emprego novo, dos beijos na barriga quando soubemos da nossa primeira gravidez... and so on, and so on... EStá tudo aqui! É tudo tão presente que dói. Dói demais! Eu sei que você morreu... um pedaço de mim morreu também... mas o amor, benzinho, continua aqui, firme e forte, inteiro, me mantendo em pé em cada novo dia. Mas, me machucando, também...

2 comentários:

Turquezza disse...

Eu entendo você perfeitamente!
Está sofrendo muito, eu sei!
Eu tenho (graças a Deus ainda) um amor desses que começou quando tínhamos 13 anos e dura até hoje, muitos e muitos anos depois.
Não é nada fácil viver sem, mas recorde-se dos bons momentos sempre, vocês viveram isso.
O tempo amaina um pouco o sofrimento, mas esquecer NUNCA !!!!!!
Seus filhos são a continuidade desse ser tão amado, isso é uma graça de Deus.
Estou sempre por aqui, lhe desejando conforto mental e rezando para Papai do Céu diminuir seu sofrimento.
Beijos.

Nana disse...

Ai.ai.ai... é bom ler um post assim... mostra q vale a pena esperar por um gde amor... pq ta dificil, viu amiga?! Rsrsrsrs....
Aliás, vou precisar da sua power ajuda pra organizar um cha para sua maninha q vai casar... Precisamos conversar!!!
Bjs e fiquem com Deus.