sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Meu primeiro "Dia dos Pais", na escolinha... (Diário da Mirys)

Pois é... já estamos em agosto...

Foi inevitável e chegamos às comemorações de "Dia dos Pais" na escola nova.

As crianças estão lá, fazendo presentinhos, cartinhas e ensaiando uma apresentação. E eu recebi DOIS bilhetes (por falta de um, que é pra ficar beeeeeem claro que nós estamos em época de comemorar os pais!) dizendo que cada criança poderia levar o pai na escola pra ver a tal apresentação (ensaiada exaustivamente nesta semana) e receber as lembranças.

No nosso caso, disseram que poderia ir um vó, um tio ou "na falta da presença masculina" poderia ir a mãe, mesmo. Tinham que deixar tão claro assim????

Como sei que não é pessoal, tentei relevar. E comecei a conversar com as crianças, na maior "empolgação" (tô ficando boa nisso!): "-e aí, pessoal, quem a gente vai chamar pra ir na escola??? Vai ser tão legal!" E eles, com a cabeça cheia de espuma de shampoo, bem sorridentes, me deram respostas bem diferentes.

A Nina soltou um: "-mãmi, já que você me disse que me empresta seu pai, então, agora ele é meu pai, e eu vou chamar o vovô Nono. E o vovô Almanir!!!", concluiu gritandinho.

Já o Guigo foi diferente. Toda vez que encontramos algo do Fer ele diz (na maior naturalidade, com uma cara séria de quem tá falando sério): "-mãmi, já que o papai morreu, agora o video-game dele pode ficar pra mim, né? Eu vou ser o responsável." "-mãmi, já que o papai morreu, agora a bicicleta dele pode ficar pra mim, né?" "-mãmi, já que o papais morreu, o MP3 dele pode ficar pra mim, né?". Ele fala isso pra tudo que tenha interesse em ficar. E fala com uma carinha beeeem séria e decidida, que é pra eu não poder contrariar. E, como geralmente a Nina não se interessa pelas mesmas coisas que ele, eu respondo: "-tudo bem, filho. Tal coisa pode ficar pra você. Agora, você é o responsável por ela."

Então, na hora do banho de quarta, ele me disse: "-mãmi, agora que o papai morreu, a gente que era dele pode ficar pra você, né? Então, eu vou entregar o meu presente pra você." E começou a combinar com a Helena qual seria o meu novo nome ("pãe", "mai", "pamãe"???), decidindo em conjunto por me chamarem de "pai-e-mãe" mesmo.

Por isso, aqui estou eu: acordei cedíssimo, tomei banho, lavei os cabelos, passei todos os cremes do mundo, fiz escova, chapinha, vesti uma roupa bonita, passei maquiagem (!!!!!?????), escolhi o maior salto do guarda-roupas, coloquei meu colar com a inicial dele (que nunca mais usei) e, me sentindo um pouco menos... abandonada... minúscula... sei lá... vim trabalhar.

O dia vai ser difícil...
Mas ainda tenho todo o final de semana pela frente...

Bjos e bençãos. Mirys

4 comentários:

André Lennon disse...

myris! adorei! eu tive blogs na época do vestibular.. me ajudou a me expressar! é bom! eu desejo toda força e sucesso do mundo pra vc e pras crianças! saiba que sempre poderá contar comigo!

bjos!

danibadanai disse...

Amiga,

Obrigada pela presença e ótima companhia (como sempre), na sexta... Seus filhos são muito especiais, na verdade vocês são muito especiais!!

Ainda vamos os "aplaudir" muito pelo que são e serão...

Bjs...

Deia disse...

Olá amiga !
Agora sim consegui ver seu blog, e ele está liiinnndooooo !
Espero poder entrar todos os dias, mas você sabe que não é fácil...
Muito obrigada pela grande ajuda no sábado e pelos lindos presentes.
Vocês são indispensáveis às nossas vidas. Amamos vocês ! Beijos, Deia.

TIA LU disse...

PARABENS , VOCE É INCRIVEL....E MEUS SOBRINHOS SAO MEUS ORGULHOS
GUIGO DA TIA NOS TE AMAMOS....E LEMBRA NO DOSSO COMBINADO QUANDO VC TIVER 18 ANOS.......HAHAHAHAH....TO ATE VENDO A CARA DO FER ME DANDO BRONCA HAHAHAHAHAHAHAHAH