segunda-feira, 2 de agosto de 2010

A casa que a gente queria! (Diário da Nina)

Pessoal, tem gente que curte mesmo uma surpresa, né????

Lembram que eu contei para vocês, no dia 21.07.10, que a mãmi F-I-N-A-L-M-E-N-T-E tinha conseguido alugar um apartamento pra gente morar, na cidade nova? Lembram que ela tinha pego as chaves na segunda, dia 19, quando chegou a mudança e que só tinha tido duas noites para arrumar todas as caixas que ficaram pela casa???? Pois é... claro que não ia dar tempo...

Mas, a mãmi tinha que trabalhar em Bauru, no restinho daquela semana e na semana seguinte, e não deu tempo de voltar para cá. Então, as coisas ficaram do jeito que ficaram... pronto.

Só que, ontem, domingão, dia 01.08.10, a mãmi (bem tristinha de saudade e cansada) descobriu que a vovó Linda queria vir conosco pra cá, na primeira semana. Quem conhece minha avó sabe que comunicação não é o forte dela, né? Então, ela estava toda planejada na cabecinha dela e... não tinha dado uma palavra com a mãmi! Daí, o Nono entrou na história e disse que a vovó estava "pensando" em vir ficar a semana com a gente... de novo... como lá no começo de Ituverava...


Mãmi pensou que aquilo poderia ser uma boa até porque ainda não tinha fechado 100% com uma ajudante e alguém precisaria ficar com a gente de manhã (agora, estudamos à tarde). E pensou que ela não gostaria de chegar conosco no apê novo, todo bagunçado, sem a decoração e organização que ela tinha pensado... talvez a gente não gostasse da casa nova!!!! Já imaginou???

Então, ela pediu para vir sozinha, no domingo, para arrumar as coisas, e a vovó viria conosco, hoje, para o início das aulas. A gente se encontraria no Mc e conheceríamos a escola primeiro e, no fim do dia, a nossa casa nova.

A vovó disse que tudo bem e para a mãmi pegar a chave do apto que estava na bolsa dela. Na bolsa dela???? Fazendo o que????? E a mãmi descobriu que a vovó a tinha "enganado" e vindo pra cá, durante a semana, com uma equipe de trabalho (tia Cármen, tia Melina e tio Pedro pedreiro), e terminado a arrumação. Pior é que ela tinha caído como patinho, porque a mãmi falou com a vovó, no dia em que ela estava aqui, achando que estava em Jaú...

Quando a mãmi chegou no apartamento novo, quase não acreditou no que viu. Em UMA ÚNICA TARDE, a mega eficiente equipe "sumiu" com as caixas (algumas coisas foram guardadas nos seus lugares, outras foram colocadas, com caixas e tudo, dentro dos maleiros dos guarda-roupas, para não ficarem na vista), organizou os móveis, desmontou e levou a escrivaninha da Bibi Lolita para o meu quarto (antes, estava na sala, apoiando a TV), pintou o quarto do Guigo de azul e o meu de ROSA!!!!!!!!! Até meu quadro imenso do aniversário de 1 ano estava na parede (rosa! claro!), todo lindo. As camas arrumadas. O chão limpo. E a gente ainda ganhou uma estante de TV toda moderna e básica (como a mãmi gosta).

O plano da mãmi era que ELA iria fazer tudo isso. Mas, agora não precisava mais... Então, a mãmi resolveu relaxar e não fazer nada (o que, no caso da minha mãe, NUNCA pode ser levado ao pé da letra). Tentou pedir uma pizza, mas o porteiro do prédio não tinha nenhum número. Foi até a doceria da esquina e comprou uma mini pizza para assar e uma coca light de latinha. Chegou em casa e... o gás (encanado) não funcionava. Tornou a tentar encontrar um número de uma pizzaria. Conseguiu um, com umas 3 horas de atraso para a fome dela, e pediu uma pizza (meia boca, mas tudo bem!), tomou banho e comeu a pizza vendo Fantástico. Antes de dormir, arrumou algumas sacolas de papéis e documentos.

Na segunda, nós todos almoçamos no Mc, com a tia Jô (que veio com a vovó), e fomos pra escola. Na saída, a mãmi nos pegou e levou pra casa nova... mas a vovó não estava lá!!! Como a mãmi tinha combinado de NÃO MOSTRAR os quartos (que estavam do jeitinho que a gente queria) sem a vovó, nós ficamos na sala, vendo TV e esperando. Só quando a autora da obra chegou que a mãmi nos deixou entrar.

FOI UMA VIBRAÇÃO GERAL!!!!!

Cheios de "ôhs" e "ahs", nós olhamos cada detalhe, reconhecemos nossas coisas e nem queríamos mais sair dos quartos. Na porta de cada um, tinha um bilhetinho da vovó:

"Guilherme: você é o meu herói! Te amo! Vovó"
"Helena: você queria um quarto rosa e a vovó veio fazer para você. Ficou do seu gosto? Te amo! Vovó".

Só no da mamãe que tinha um bilhete especial: "Filha, desculpa pelo excesso de amor!". Quem for vó (que quer fazer as coisas para os netos) e mãe (que quer fazer as coisas para os filhos) vai entender...


Bjos e bençãos.

Nina + Guigo + mãmi

OBS: se a gente gostou???? O Guigo, depois de 5 minutos, soltou um "mãe, a gente pode morar aqui pra sempre?". Acho que agradou, né vovó?!!!

OBS: equipe de organização - parabéns e obrigada!!!!

2 comentários:

Fernanda.feola disse...

Uau! Que supresa boa! Os quartos ficaram lindos!!

beijos,
Tia Fefê

Tathy Freoli disse...

Mulheres FREITAS: criadas por Deus para serem ÚNICAS!

Amooooooo essa família.
P.s.: Mamãe Mig, meu ap novo ainda tá bagunçado. Você bem q podia seguir os passos da Mãe Mirtes e vir aqui fazer uma surpresa. Prometo deixar minha bolsa com vc, daí é só jogar a chave lá dentro ;)

GUIGO, seu quarto é d+! São Paaaaaaulooooo!!!

NINA, super fashion esse quarto cor de rosa. Lindo de paixão!