segunda-feira, 30 de agosto de 2010

HIstorinhas! (Diário do Guigo e da Nina)

VERSÃO DO GUIGO

Era uma vez três porquinhos. E o lobo veio pra casa deles.
Ele bateu na porta e levou uma pancada.
E fim!!!!
Isso foi legal, não é?

Esqueci de outras coisas, mãmi!

E daí ele levou 101 pancadas.
Então, o lobo tentou entrar pela chaminé e caiu inteirinho onde estava a água quente e vuuuuuuuuuuuuuuuuuuu saiu voando pela chaminé. Daí, ele saiu com 130 pancadas!!!
E fim!
Ah! E daí ele levou mais uma pancada!
E só!

Guigo

____________________________________________________________________

VERSÃO DA NINA

Era uma vez, três porquinhos.
Eles foram numa loja de oooourooo, que era um tesouro.
Daí, eles compraram palha, madeira e tijolo.
O 1o que era preguisoço, montou uma casa de palha.
O 2o que era preguiçoso também, fez uma casa de madeira.
O 3o que era muito esperto, fez uma casa de tijolo e obedeceu a mãe dele.

O lobo bateu na porta e disse (com vozeirão) "-abre essa porta que eu quero entrar, eu quero um porquinho pro meu jantar!". (voz fininha) "-não abro, não abro, não abro". (vozeirão) "-então eu vou assoprar!"
E a casa vuuuuuuuuuuuuuuu saiu voando!
E o porquinho correu pra casa do irmão.

O lobo bateu na porta e disse (com vozeirão) "-entregador de pizza!". E o porquinho viu que era o lobo e pááá bateu a porta na cara dele! (com vozeirão) "-abre essa porta que eu quero entrar, eu quero um porquinho pro meu jantar!". (voz fininha) "-não abro, não abro, não abro". (vozeirão) "-então eu vou assoprar!"
E a casa vuuuuuuuuuuuuuuu saiu voando!
E os porquinhos correram pra casa do irmão.

O lobo foi e bateu na casa do 3o porquinho. (com vozeirão) "-abre essa porta que eu quero entrar, eu quero um porquinho pro meu jantar!". (voz fininha) "-não abro, não abro, não abro". (vozeirão) "-então eu vou assoprar!"
E o lobo assoprou tão forte (fúúúúúú), mas a casa não voou (com cara de inconsolável).

Daí, o lobo resolveu entrar pela chaminé. Mas os porquinhos "poram" a água fervente. O lobo molhou a pontinha do rabinho e "auuuuuuu", foi voando queimado.
E os porquinhos ficaram cantando: "-quem tem medo do lobo mau, do lobo mau, do lobo mau? Quem tem medo do lobo mau? Tra-la-la-la-láááá."

HELENA - nome escrito por ela.

6 comentários:

danibadanai disse...

Gui e Helena, eu amei a história contada por vocês.
Contem outras pra gente, ok?
Beijocas da tia Daninha...

Marília disse...

Isso aí, Guigo e Nina! Se o blog é de vcs, vcs é que tem de escrever. :-) Contem mais historinhas pra gente!

Tia Lulu disse...

hhahahahahahah
menina é muito mais evoluída ne hahahahahaha ela é fantasticaaaaaaaaaaaaaaaaa

Tia Michelle disse...

Que maaaaaximo!!! Adorei as duas versoes!!!! Miry's, isso eh um tesouro....independente do concurso do blog (que eu ja votei algumas xs), esse livro precisa sair!!!!!!
Vc assistiu Julia e Julia?! Se ainda não viu, assista!!! Tem td a ver com esse negocio de blog...acho q vai te estimular....bjs mil e boa noite!!!! Que Deus te abencoe muuuuiiiito por ser essa baita mulher!!!!

Cami disse...

Mirys,

Aqui em casa tenho duas meninas, então você já sabe que as nossas versões estão mais para a da Helena que a do Guigo, com muitas caras e bocas também (aliás, a mais velha também curte uma performance, fantasias, cartas). A diferença aqui é que, no final, a mais nova ficava um pouco aflita porque o lobo fugiu sozinho, com o bumbum queimado.....então ela acrescentou que ele foi pra casa dele, a mãe do lobo passou hipoglós e ele ficou com o bumbum toooodo queimado, cheeeeeeio de hipoglós, de castigo por estar perturbando os porquinhos. FIM!

O mundo das crianças não é mesmo o máximo? Porque tem que ter alguém tão mau que não mereça uma certa compaixão?

Mirys + Guigo + Nina disse...

ADOREI a história do Hipoglós!!!
Vou acrescentar nas nossas versões!!!
Bjos e bençãos
Mirys