segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Era uma vez 27 - Nomenclaturas e títulos (Diário da Mirys)

Quando a gente contou pros meus pais sobre o nosso namoro, acabamos nos assumindo pra todo mundo. Era oficial: a Mirys e o Fer, os melhores amigos, namoravam!

Mas, como ele já tinha me falado de casamento, com quatro meses, a gente nunca se chamava de "namorados". Era engraçado... a gente sempre fazia uma bagunça com os "títulos" que a gente tinha, na vida um do outro: namorados, noivos, casados.

Quando éramos namorados, nos auto denominávamos "noivos"! Era "meu noivo" pra cá, "minha noiva" pra lá. Depois de um tempo, eu dei um up grade no título dele e comecei a chamá-lo de "Má" (de "marido"). Ele adorava!!! Tenho mil bilhetinhos guardados escritos pela "Mi" para o "Má".

Quando ficamos noivos (o que foi por um tempo curtíssimo!!!!), já nos chamávamos de "marido e mulher". Uma loucura tudo isso!!

Daí, depois do grande dia, estávamos casados... e nos chamando de "namorados"! Parecia mais romântico, mais gostosinho, mais íntimo, mais apaixonado assim. E eu comecei a receber botões de rosas endereçados "para a minha namorada". Não é lindo??? (PS: tenho certeza de que 90% das meninas que estão lendo isso vão concordar comigo!).

Mas toda essa miscelânia de nomenclaturas e títulos começou quando a gente desistiu de se chamar pelos nomes, mesmo. Bem no comecinho a gente era, simplesmente, "Fê" e "Mirinha". Porque "Fer" e "Mirys" eram muito comuns, chamamentos usados por muita gente. Nós queríamos algo mais nosso... até eu fazer uma grande bobagem. Clássica bobagem!...

Numa tarde, no primeiro ou segundo mês de namoro, nós estávamos no apartamento da família dele (lembram-se que eu ajudei a fazer a mudança para o tal apartamento, quando o vi beijar a ex namorada e fiquei MORRENDO de vontade????), tranquilos, curtindo uma noite qualquer, quando, de repente, no meio da conversa... eu o chamei pelo nome errado! Ai... Posso riscar essa parte da minha vida???? É terrível!!! Eu sei!!!! Mas é que o apelido que eu tinha dado pra ele ("Fê") era muito, mas muito parecido mesmo com o apelido que o ex namorado tinha... e eu me confundi... e falei o nome da pessoa errada! "Imbecilmente clássico esse erro"!

Eu tentei disfarçar, fingir que não tinha acontecido, e continuei a minha frase. Fosse ela qual fosse. Continei conversando normalmente. Ele respondendo. Tudo normal! E eu já me achando a rainha da cocada preta das enrolações: "putz... fiz a PIOR coisa que se poderia fazer no começo de um namoro... principalmente quando o novo namorado sabe do ex e morre de ciúmes... e saí ilesa! Sou muito boa, mesmo! Impressionante! Eu merecia um oscar de melhor atuação namoradística dos últimos tempos! Porque eu sou incrív..."

Ele: "Mirinha, só um minuto que eu vou pegar uma água. Quer?"
Eu: "Não, obrigada."

Ele foi. E não voltou. Depois de uns 10 minutos que ele não voltava (e a cozinha não era tão longe assim, num apartamento de 100m2), eu fui pra cozinha. E o encontrei encostado na parede. Com os olhos cheios d´água...

PS: pra me desculpar em grande estilo, quando a gente completou 100 dias juntos, fiz de presente uma caixinha com 100 bilhetes, escritos à mão, um por um: "FERNANDO, eu te amo!".

Cenas do próximo capítulo aqui.

8 comentários:

Rafaella disse...

Ai tadinhooooooo...
Esse erro é classico e um dos piores ne rsrs...
Mas muito fofo o que vc fez, lindooo...
Bjs

Kinha disse...

Realmente esse erro foi complicado, rs

Paty Cancelier disse...

Mirys, adorei sua visita lá no meu cantinho e assim que consegui uma conexão com o mundo virtual (estou na praia e a internet aqui parece ser a mais lenta do planeta) vim correndo conhecer seu blog... E foi amor a primeira lida. Adorei seu jeito de escrecer, seu diário e os diários das crianças. Ah e as dicas de fotografias, que eu preciso ler com muita atenção, também me conquistaram..
Parabéns pelo blog que é ótimo, tem a parte muito triste da história, mas você mostra que por mais piores que pareçam nossas histórias, sempre tem uma parte colorida que nos faz seguir em frente. No seu caso, acredito que sejam seus filhos lindos e suas boas lembranças.
Virei fã e já estou seguindo!

Beijinhos
Paty

disse...

Mirys li toda a saga "Era uma vez" de ontem pra hoje... lindoooo, vc escreve mtoooo bem!!! já estou anciosa esperando o próximo capítulo... mas senti falta do "Era uma vez 23"... Bjsssssss

Paula Decco Frederico Franco disse...

Mirys, eu li todos os capítulos do 'Era uma vez " em alguns dias e pareço uma viciada!
Que história linda!!!
Em várias partes, temos muita coisa em comum, em outras não, mas é tão bom ler suas histórias!!
Quando vem a 28????????
Beijos,
Paula
www.comoagenteviramae.blogspot.com

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Mirys, muito original o seu "pedido de desculpas". Essa caixinha com os bilhetes valeu mais que qualquer outro valor.
Beijos e bençãos.
Manoel.

Megs disse...

realmente ele era um fofo........ outro teria te matado....rs

Anônimo disse...

Que linda a sua vida a sua história ! Estou encantada com seu modo de viver , a forca que tem para continuar a viver.