quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O que eu aprendi em 2011 by Thais Freoli

Tem gente que a gente ama e ponto! Tem gente que nasceu na casa errada... porque devia ter nascido na sua casa, devia ser sua irmã! Mas, vinda de uma mãe um pouquinho diferente (irmã da minha mãe), a Thais é minha prima-irmã-amiga!

Na verdade, por outro lado, foi bem legal a gente ter nascido em casas diferentes. Siiiiiiim, porque tudo o que os meus pais tinham de pacatos e com pés fincados no interior de São Paulo, a família da Thais tinha de nômade! Já moraram em Natal (onde eu descobri os prazeres de se comer caranguejo... eu quero!!!!), em São Paulo, em Brasília (que eu adoro!), em Goiânia e por aí vai! Ôh gente que passeia!!! Pro resto da família, isso é ótimo: a gente sempre tem um lugar novo pra visitar!

Então, quer viajar comigo e conhecer as opiniões dessa moça que eu amo? É só entrar no meu carro blog e seguir para Goiás, onde ela mora com o "mocinho" dela e duas meninas LINDAS DE DOER! Eu ga-ran-to que quando chegarmos lá, ela vai estar nos esperando com pamonhas (doces, salgadas, apimentadas... ai, ai...) e uma coca bem geladinha! Porque ela é assim: séria, compenetrada, focada na família, de poucos e ótimos amigos (como o Fer) e uma das melhores anfitriãs que eu conheço!!! Bora????

Senhoras e senhores, eu tenho a honra de trazer pra vocês uma parte da minha vida e da minha história - a minha prima Thais Freoli!

O começo do ano de 2011 foi bem angustiante, pra mim. Minha irmã ía se casar, em outro continente, e eu já sabia que seria impossível estar com ela. Comecei o ano com o pé esquerdo, de mau-humor e infeliz! Pra me distrair um pouco do assunto, comecei a ler, sem parar, de tudo um pouco. Daí, abri um livro, que na verdade falava sobre relacionamento entre marido e mulher (O Desafio de Amar) e que te pedia pra seguir, por 40 dias, tarefas pessoais. Sinceramente, demorei mais do que 40 dias, mas o resultado foi surpreendente! Minha visão geral do ano mudou, da água pro vinho, o que me possibilita fazer uma "pequena lista de coisas pra se fazer antes de querer chutar o pau da barraca":

1) Quando a gente faz alguma coisa feliz as pessoas percebem e retribuem. Isso se refere, também, às tarefas domésticas. Agir de bom grado é uma forma de demonstrar amor e quem não gosta de se sentir amado?

2) Fique feliz com a felicidade dos outros. Eu não podia estar no casamento da minha irmã, por vários motivos, mas o fato de vê-la feliz e planejando todos os detalhes foi o suficiente pra me sentir presente (aliás, eu estava, virtualmente, graças a um notebook alheio!).

3) Nada acontece por acaso. Tudo na vida tem uma finalidade - mesmo que se demore 50 anos pra descobrir qual é. Dê graças por tudo! Se o carro na minha frente parece uma tartaruga e me faz andar devagar, pode ser que me poupe de uma blitz ou um pardal!

4) Ouça! Meu marido e eu trabalhamos juntos, mas ele sempre tem alguma coisa pra contar no final do dia. Isso faz uma grande diferença no nosso relacionamento porque, ao me pedir alguma opinião criamos um vínculo e ajudamos um ao outro. As meninas sempre tem mil aventuras pra contar no fim do dia - isso é importante pra elas e demonstra que podem confiar em mim.

5) Leve seus filhos a uma biblioteca e faça com que eles escutem músicas boas. Eles gostam de explorar ambientes novos e tem muita facilidade pra aprender, decoram músicas facilmente e se lembram das histórias com detalhes. Isso cria um laço e rende muitas risadas (com a troca das letras da música e a bagunça na biblioteca!).

6) Se não tiver alguma coisa boa pra dizer... fique calado. O silêncio, às vezes, é o melhor amigo. Não colocar lenha na fogueira ajuda a apagar o fogo. A crítica gera um sentimento de incapacidade. A fofoca gera ira. Falar mal de alguém pode passar uma ideia errada... lembra que nada acontece por acaso? Que tal descobrir a fonte do problema antes de ser portador de péssimos conselhos?

7) Tenha um animal de estimação, principalmente se tiver filhos. Isso gera neles um sentimento de responsabilidade, ao cuidar do animal. Eles começam até a ajudar nas tarefas de casa... simples assim!

8) Cuide da sua saúde, da aparência pessoal. As mães, geralmente, se deixam levar pela correria do dia-a-dia e se esquecem do cuidado próprio. Isso é muito importante, tanto para sua auto-estima quanto para a dos seus filhos. No meu caso, com duas meninas em casa, percebi que elas me observam com a máxima anteção e me imitam em muitas situações. Falta de grana não significa falta de cuidado - tudo tem solução!

9) Coloque Deus na sua vida. Vá a uma Igreja, ore, leia! Isso faz toda a diferença. No mundo em que vivemos é importante ter valores corretos e transmití-los.

10) Faça atividades saudáveis nos finais de semana. Não digo só pelo lado físico da coisa. A minha filha mais velha começou a frequentar o Grupo Escoteiro (além de atividade física eles transmitem muitos dos tais valores que citei antes) onde toda a família pode participar. Vá a um parque, no cinema, viaje, faça visitas. Ficar em casa, na frente da TV, pode parecer uma boa ideia, depois de uma semana de trabalho, mas existem outras atividades prazeroras e mais importantes!

11) Ame incondicionalmente! A maioria dos relacionamentos, hoje, acaba porque as pessoas não se sentem felizes. Estar num relacionamento é querer ver outra pessoa feliz! Como uma bola de neve ladeira abaixo - se você promove um sentimento e um ambiente de felicidade, verá que é isso que retorna! Não é fácil começar e nem sempre o retorno acontece - incondicional, lembra?

12) Se não gostou de alguma coisa, diga. Se precisa de ajuda, peça. Se não disser o que precisa, ninguém vai poder ajudar! A gente sempre acha que as pessoas sabem do que precisamos e isso é a maior armadilha - os maridos que o digam! Quando pedir, não dê ordens, mas diga: POR FAVOR e OBRIGADA. Todo mundo gosta de ouvir as palavras mágicas!

Parece tudo muito óbvio, né? Mas, quantas desta coisas você conseguiu fazer nestes últimos 12 meses? Isso me ajudou a superar uma série de momentos delicados neste ano de 2011. Melhorou meu casamento, meu relacionamento com minhas filhas e me fez encarar a vida com bom humor! Nada com um desafio aceito e cumprido!

Se quiser conhecer mais dessa moça com um humor todo peculiar, é só passar lá no "Blog da Moça"!!! Passa pelo cantinho dela, vai? E não se esqueça de deixar um recadinho fofo...

6 comentários:

Renata Marques disse...

Essa série está demais, vamos seguindo aprendendo em 2011 porque sempre é tempo de aprender não é?

Karina disse...

Oi Thais!

Suas dicas são super valiosas! Vou comprar o livro e ler tbm. Estou precisando aprender muito!!! Esse ano aprendi muitas coisas, mas foi na base da obrigação, e quando isso acontece, a gente não entende direito o que esta fazendo.

Vou visitar seu blog!!!

Bjos para a convidada e para os 3 mosqueteiros!!

Dani disse...

Parece meio óbvio, mas esses cuidados com os outros e consigo mesma são bem difíceis de por em prática.

Li tudo atentamente e adorei cada uma de suas dicas, vou me empenhar pra fazer valer isso em 2012.

beijo

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Thais, muito legal a sua postagem. As vezes uma "simples vontade" destrói a estrutura familiar nossa, não é? Muito oportunos esses "12 mandamentos" que você observou durante 2011 e, gentilmente, nos ensina sua bem sucedida experiência.
Manoel.

maria luzia disse...

Boa noite..eu ainda estou processando o que aprendi em 2011.
Difícil aceitar uma amizade que tinha para sempre desistir de mim.
Estou precisando ir a uma igreja....embora Deus viva dentro de mim.
beijos e foi ótimo te ler.

Carolina Lima disse...

Passei rapidinho para conferir se amanhã terá o Projeto 10 on 10!
Estou desde novembro aguardando pelo dia 10 de dezembro! :)

Abraços,
Carol
www.umblogsimples.com