sábado, 17 de dezembro de 2011

O que eu aprendi em 2011 by Ana Artigas

"A Ana é uma pessoa simples!" "A Ana é uma pessoa feliz!" "A Ana é uma pessoa que polivalente, que concilia trabalho e família!" "A Ana é uma pessoa apaixonada e apaixonante!" "A Ana é uma mãe de gêmeos!"

Na verdade, a Ana é tudo isso e muito mais, mas o melhor começo para esse post seria "A Ana é uma amiga minha!". Uma amiga que eu nunca vi ao vivo, que nunca me emprestou uma xícara de chá, nem veio em casa tomar uma taça de vinho, cujos filhos (Henry e Enzo) nunca brincaram com os meus. Mas, nem um pouquinho menos "MINHA AMIGA" do que todas as amigas do meu mundo real que têm essa presença física e constante nas nossas vidas!

Por causa de todas essas outras coisas que eu falei acima, os textos do blog da Ana não poderiam ser diferentes do que são: curtos, objetivos, cheios de alto-astral, de uma mãe empolgada com os filhos (lindos!!!) que ela tem. Apesar de terem todas as dúvidas e conflitos típicos de QUALQUER MÃE, os posts da Ana são, assim, deliciosos de ler!!! E claro que o blog dela chama "a mãe dos gêmeos"! Dava pra ser outro nome???

Com vocês, senhoras e senhores, a minha amiga Ana Artigas! Aproveitem!!!

O que eu aprendi em 2011

Aprendi a mudar.
O ano da mudança, essa é a palavra que melhor pode definir, para minha família este ano que está quase no fim.

Um ano em que mudamos de cidade, no mesmo estado, mas uma cidade totalmente diferente da que estávamos acostumados. Cultura diferente, novos conhecimentos, novos amigos, velhos amigos re-encontrados, novos hábitos, novas alergias adquiridas devido a diferença climática. Uma escola nova para os meninos, um negocio novo para os pais.

Culturas tão diferentes, coisas que só uma cidade fronteiriça como essa, podem nos proporcionar, argentinos, paraguaios e brasileiros convivendo diariamente , trocando experiências e conhecimentos. Uma vida nova iniciada com muita fé de que dará tudo certo.

Neste ano em que descobri uma nova internet, os blogs, conheci pessoas maravilhosas e que realmente fizeram a diferença na nossa vida, tantas historias, tanto carinho dispensado aos posts, comentários, e ainda tive o prazer de conhecer algumas pessoalmente, na rápida viagem que fiz ao Rio de Janeiro. E Mirys querida você é uma dessas pessoas, que ajudaram a tornar esse ano tão especial, e que com certeza conhecerei pessoalmente.

Enfim, este com certeza foi um ano maravilhoso, tivemos problemas, decepcões, mas conseguimos resolver tudo e ficamos ainda mais fortes para o novo ano que chega.

Só tenho que agradecer por tudo de bom que aconteceu nas nossas vidas, por ter uma família maravilhosa e saudável, amigos novos, antigos e virtuais que com certeza se tornarão reais.

Beijos a todos,

Ana

Não é muito gostoso de ler? Eu disse!...
Tem mais 5 minutinhos? Você não vai precisar de mais do que isso para se apaixonar pelos textos do "a mãe dos gêmeos"! Passa lá!!!

Ana, obrigada por ter participado!!! E, sim, a tríplice fronteira está nos nossos planos para 2012!!!! Eba!!!!

4 comentários:

Carol Damasceno disse...

Impressionante como, por trás dessa tela, conseguimos nos afeiçoar a algumas pessoas...

Que delícia, mudanças pra melhor são sempre boas.. Mesmo que seja duro de adaptar-se no começo, mas depois superamos...

Família e amigos... Quer riqueza maior!!!

Beijos
Carol

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Ana, muito gostoso ler seu texto. A gente viaja suave nele. A mudança, radical como parece ter sido é difícil no começo. Depois é cheia de alegrias surpreendentes.
Deu tudo certo e continuará dando. Depende sempre de como a gente vai se adaptando e pelo que vejo está sendo rápido e prazeroso.
Deus abençoe muito vocês. Boas festas e um beijo com carinho para todos.
Manoel.

Desconstruindo a Mãe disse...

Mirys, concordo com a Ana...

Temos aprendido demais contigo através do Diário dos 3 Mosqueteiros!

Essa madrugada que passou, inclusive, foste tema de debate entre algumas amigas via bate papo, pois nós falávamos do quanto algumas pessoas conseguem ser firmes na sua decisão de serem felizes, "apesar de" tudo o que acontece, como diria Clarice Lispector.

Nos pegamos falando também na similaridade da tua experiência e da Marcele Alencar, outra mamãe blogueira, outra linda pessoa.

Falamos de ser mãe, esposa, amiga... E teve gente que não conseguiu dormir, orando por vocês, pelas amizades virtuais, pelas famílias, pelo ano novo que se aproxima, mexendo com os sentimentos de todo mundo.

Se pudesse resumir o que aprendi em 2011, foi que a felicidade é responsabilidade nossa. Que temos um Pai que sempre nos ampara, mas não faz por nós a trilha em busca da felicidade, esta construída em pequenas coisas.

E é uma felicidade ter conhecido vocês 3! Posso não comentar muito, mas estou sempre de olho, Ok?!

Beijo,
Ingrid

mamãe ursa disse...

Sou uma mãe blogueira iniciante. Mas meu blog está sendo uma espécie de divã freudiano, costumo dizer. Muitas vezes, no auge do meu estresse, corro para o blog, escrevo, leio os blogs de outras mães, e é incrível como me sinto acompanhada, amparada, só pelo fato de podermos compartilhar nossas histórias, dúvidas, alegrias...mesmo que virtualmente. Concordo com Ana quando fala que descobriu a internet, os blogs, e que assim passou a conhecer pessoas maravilhosas que fizeram a diferença. Me identifico com esse sentimento. Ana, amei tuas histórias engraçadas!! Rio e compartilho com meu marido que ri também! E muito legal conhecer, através de você, o blog dos três mosqueteiros!! Beijos e que estejamos, através dos nossos blogs, juntas neste ano de 2012 e nos próximos!! Paz!