quarta-feira, 6 de junho de 2012

Ougch!!!!! (Diário da Mirys)

Eu: "- Todo mundo, rápido. Vamos. Peguem os casacos que nós vamos pra escola, agora!"

Guigo: "- Mãmi, meu casaco do uniforme está lavando. Posso ir com o cinza?"

Eu: "- Pode filhote. Vamos... Nina, vem!"

Então, a Nina chega na sala, vê o Guigo de casaco com capuz e manda:

Nina: "- Há, há, há. O Guilherme é gay."

Eu: "- OOOOOOOOOOIIIIIIIIII????????????? Filha, que coisa mais feia pra se falar para o seu irmão!!!"

Guigo fica no canto, parado, lancheira na mão.

Nina: "- É feio, mamãe? É feio por que?"

Ougch número 1.

Eu: "- Porque, filha... porque você está tirando sarro do seu irmão. E isso não se faz com os irmãos."

Nina: "- Mas eu não tô tirando sarro. Só tô falando que ele é gay (SOCORRO!!!!) porque todos os meus amigos falam que quem usa boné pra trás é gay"

NÃO É BONÉ, HELENA MARIA! É CAPUZ! E CAPUZ DE CASACO É S-E-M-P-R-E PRA TRÁS! Afê.....

Eu: "- Filha, não é porque os seus amigos tiram sarro das outras pessoas, que você também vai fazer isso. E não tem nada a ver usar boné pra trás. Todo mundo usa. ('psicologia materna de mãe de menina' mode on) O Justin Bieber usa!!!"

Nina: "- Então, quem usa boné pra trás não é gay?"

Eu: "- Não."

Nina: "- Então... o que é gay?"

Ougch número 2.

Eu: "- Todo mundo pegou suas lancheiras??? Vamos, vamos, vamos."

Nina: "- Mas, mamãe, o que é gay?"

Eu: "- Guigo, chame o elevador."

Nina: "- Mãããmi, o que é gay?"

Juro que estava começando a ficar irritada com a insistência (ela perguntava e perguntava, mesmo que eu tentasse desviar o assunto, pra poder pensar sobre ele e responder depois).

Eu: "- Filha. Veja bem. Gay é uma pessoa diferente. Existem pessoas diferentes, sabia? Que tem gostos diferentes, cores diferentes, olhos de cores diferentes, moram em lugares diferentes. E não é legal falar isso para uma pessoa pra tirar sarro dela." Pausa para amigas/amigos politicamente corretos que podem achar minha explicação o cúmulo. E é! Mas tentem entender minha situação de estar em transe por ouvir um ser tão lindo, amável e adorável ficar xingando (sim, porque esse era o objetivo dela) o irmão de uma palavra que ela nem sabe o que é, ter um filho em choque e esperando ser defendido, do outro lado da sala, e ver a babá das crianças rolando de rir da minha saia justíssima!!!! Pronto! Esclarecimentos feitos. Tentem não me trucidar nos comentários, tá?

Guigo: "- Tipo o Caio*, né mãe?" (Caio* - é um dos melhores amigos do Guigo, que é mulato).

BINGO!!!!!

Eu: "- Isso filho, tipo o Caio*. Você é diferente do Caio*, Helena, e ele é diferente de você. Você não ia gostar que ele ficasse te apontando e rindo, como você fez com o seu irmão, né? Tirando o sarro de você só porque você é diferente dele..."

E quando eu achava que tudo estava resolvido e eu tinha conseguido o meu tempo pra pensar melhor na questão...

Nina: "- Então, o Caio* é gay, mamãe?"

Ougch número 3! DE-SIS-TO!

11 comentários:

Tami Fonseca disse...

rsrsrsrs...tantos porquês hein.
Bom feriado pra vocês.
Bjinhus

✿ chica disse...

rss...São situações das quais não escapamos de explicar,né? Podemos protelas, mas chega a hora! è danado! beijos,chica

Vanessa Santos disse...

Nossa que saia justa heim, então no final você vai ter que realmente pensar em como explicar pra ela né hehe
Boa sorte querida!
Beijos

Das coisas que vejo e gosto. disse...

kkkkkkkkkkkkk
A-DO-REI!!!!!!
Beijos!

Selma.

Carla Patrícia de Morais disse...

Bota saia justa nisso!!!!kkkkkkk

Bom feriado!!
Beijos!
Carla Pathy
http://pathyarteira.blogspot.com

Nana disse...

Kkkkkkkkkkkkk...acho q não é só a babá das crianças que riu da sua saia justérrima...kkkkk.... A sua pequena é muito esperta mesmo! Bj e fk c Deus.

Morena disse...

Gata, só rindo!!!!!!!!! As crianças são tão inocentes que só elas são capazes de nos deixar nessas saias JUSTISSIMAAAAAS rsrs
Beijos saltitantes
Bom feriado!

Debby disse...

Eita nósssss rs rs
Mirys Ján se fazem mais crianças como antigamente amiga, que se contentavam com a primeira resposta ! rs rs rs
Super engraçado.
Bjs
Debby :)

Renata Marques disse...

Esses conceitos são mesmo difíceis de passar, mas são difíceis para nós, para eles não. Sobre a questão racial meus filhos não conseguem entender isso e falam das cores de cada um (sem diferenciar raças). Um amigo é rosa, uma amiga é castanha (como se diz marrom aqui), outro é amarelo, um depende, branco e às vezes vermelho, eles são creme, ainda bem que eles vêem as coisas nesse prisma. Quanto à sexualidade eles ainda pensam que é conforme a roupa que se veste. Se usar roupa de menina torna-se menina, e vice versa, ainda não chegaram nessa questão para mim, vou aproveitar o ensejo e já me preparar para a resposta, hahahaha.

Milaresendes disse...

Puxa, super complicado não somente pelo tema, mas principalmente pela hora e local... rsrsrs
Mas convenhamos, quando as crianças querem perguntar ou entender algo, elas realmente não avaliam a fundo se a hora e o local estão de acordo ou são propícios...
Isso a gente só aprende lá adiante... para aqueles que aprendem... hehehe
Bjkas
Mila

Daniela disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk!!!!! Tema complexo, né, querida?!? Mas eu amei sua explicação! Eu era como a Nina, questionava td e sempre tinha um por quê atrás do outro! Bjos!