quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Muito prazer, Sr. Violão! (Diário da Nina)

Música. Instrumentos musicais. Sonhos e sons (tio R. - saudades!)...

Uma das coisas que mais incomodava a mamãe com o fato do papai ter ido embora é que a gente ia perder a música das nossas vidas. E, por um tempo, a gente perdeu, mesmo. A mãmi não aguentava ouvir notas que ela já conhecia, notas que ela não conhecia, nada... Ela não aguentava música e não aguentava silêncio...

Até que, um dia, eu disse pra ela que sentia falta de canções por perto... porque a gente não tinha mais quem chegasse em casa, pegasse o violão como se fosse normal como trocar o terno por uma camiseta, e ficasse tocando o resto do dia e da noite... quem ligasse o rádio ao mesmo tempo em que acendia as luzes da sala... quem fizesse música pra eu dançar ou como trilha sonora para os joguinhos do Guigo no video game...


E, até ontem, a mãmi pensava seriamente em nos colocar numa escola de música, neste ano, mas morria de medo da reação que ela iria ter quando nos visse tocando um violão, um contrabaixo, uma bateria. E se as mãos se mexessem do mesmo jeito que ele? E se o Guigo fechasse os olhos e balançasse a cabeça igual? E se... e se desse saudades????

Mas, ontem, quando ela chegou na sala, me viu com um violão no colo (literalmente, porque eu não tenho força, ainda, para segura-lo do jeito certo), dedilhando "parabéns à você", super concentrada nas instruções que recebia. E ela parou na porta... deu uma vontade de chorar, mas ela segurou... e ficou só admirando a paisagem. E eu pratiquei, pratiquei, pratiquei e dei um sorriso enorme quando acabei e ela começou a bater palmas. Sorriso daquele tipo que ela gosta!

Não foi o Guigo - fui eu.
Não foi estranho - foi lindo.
Não deu saudades doída - deu paz. E uma sensação boa de que Deus tem um plano maior pra nós e que ela mal pode esperar pelo que vem por aí!...

PS da mãmi: A., eternamente agradecida!...

7 comentários:

Gisele Sá disse...

Sempre me emociona esses posts. Que vc seja muito, muito feliz!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Mirys, é muito fácil a gente falar que a vida continua (embora ela continue mesmo). O receio de encarar as lembranças são piores do que o encarar tudo com normalidade. Com certeza Deus tem um plano maior para vocês, mesmo porque vocês sempre citam os pedidos de orientação para Ele. Aos poucos as coisas vão se ajeitando. Deus permite que seja aos poucos porque tudo que a gente faz aos poucos fica mais caprichado, mais sólido e muito mais prazeroso.
Vocês estão sempre nas minhas orações e sinto que Deus tem vocês como filhos preferenciais.
Beijos e bençãos.
Manoel

(Mamãe) ~Pinel disse...

Ai! Eu me emocionei!!!
Sim, porque com certeza a paz viria.

Que ela continue tocando e trazendo música de volta para casa!

Beijo!!!

Kinha disse...

Me emocionei com seu post.

Dani Badanai disse...

Divino!!

Art's Pimenta disse...

Emocionada!

Paula Decco Frederico Franco disse...

Mirys, você é simplesmente o máximo!!! Como seus posts me emocionam!! Admiro sua força e como voc~e encara a vida! Que sua pequena ainda possa te trazer muita paz dedilhando várias e várias canções! Seja feliz!
Beijos,

Paula
www.comoagenteviramae.blogspot.com