segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Conversa Difícil... (Diário do Guigo)

Ontem, voltávamos da igreja, à noite, só eu e a mãmi. Quando chegou mensagem no celular dela, eu pedi pra ler (ela estava dirigindo, né galera?!) e ela deixou. E nós começamos a conversar...

Guigo: "Mãmi, é melhor você ter só amigos, mesmo... não é?"
Mãmi: "Por que, filhote? Não seria legal se, um dia, a mamãe tivesse um namorado?"
Guigo: "Não... é melhor só ter amigos, mesmo."
Mãmi: "Mas, Guigo, por que a mãmi não pode ter um namorado, de novo, um dia?" (silêncio) "Não seria legal termos mais alguém pras nossas aventuras?..." (silêncio) "Filhote, eu quero que você sempre converse comigo, tá? Pode me dizer o que você pensa, que a mamãe vai te ouvir."
Guigo: "Mas, mãmi. Você já tem filhotes. Não é o BASTANTE?"

Andamos em silêncio, por uns quarteirões. E eu comecei a falar do Nono e de que eu adorava a casa dele, sempre com um monte de gente.

Mãmi: "Então, filhote. O Nono tem uma namorada E tem 10 filhotes! Viu? Não é legal?"
Guigo: "É, mãe. É muito legal."
Mãmi: "Então, Gui. O Nono tem filhotes E namorada. Por que que a mãmi não pode ter as duas coisas, também?"
Guigo: "Porque a namorada do Nono não se enfiou naquele carro que bateu!"

Assunto encerrado, por mais uns quarteirões. A gente nunca tinha conversado sobre isso, antes. E já vai fazer 2 anos, daqui uns dias, que somos só nós 3: eu, a mãmi e a Nina. Mas, eu nunca puxei o assunto, antes. Nem a mãmi quis forçar a conversa comigo...

Guigo: "Mãmi, eu preferia que VOCÊ estivesse naquele carro..."
Mãmi: "Que carro, Guigo?"
Guigo: "Naquele carro que bateu."
Mãmi (já pensando, nas sua cabecinha boba feminina, que eu preferia que ela tivesse morrido e o papai tivesse ficado): "Por que, filhote?"
Guigo: "Porque todo mundo sabe que você é 'piloto', mãmi. Você dirige melhor do que o papai. Você não ia ter batido o carro!"

(PS: se você ainda não conhece a nossa história e não entendeu direito esse post, clique nos ícones "início" ou "explicações" aí abaixo, que você vai parar numa página com alguns posts que nos explicam...)

8 comentários:

Gisele Sá disse...

As crianças tem uma sabedoria muito maior que imaginamos...

Vanessa disse...

Humm já vi que vc vai travar uma batalha com essa conversa sobre ter um namorado :-)

Complicado, né?1

Tô voltando!

Beijinhos

Alice Mânica disse...

Guigo: "Porque a namorada do Nono não se enfiou naquele carro que bateu!"

Quando li essa frase meu coração parou de bater por um breve instante...

Caraca, Mirys... não sei como agiria numa situação assim...

Mas, sobre o assunto "namorado", desejo que, no momento certo, você encontre um novo companheiro pras suas aventuras!

Beijos com carinho,
Alice

Rafaella disse...

O gente....
Deus sabe a hora Guigo, e que bom que sua mãe não estava no carro, pois ninguem sabe se ela estaria ai com vcs...
E essa conversa sobre namorados da mamãe não são faceis, so o tempo para fazer os pensamenos mudarem...
Bjs

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Mirys, é muito importante o diálogo nessas situações. Muita conversa sincera e muito jogo de cintura. Tudo dará certo.
Bençãos e beijos.
Manô.

Márjorie disse...

Mirys,

ainda nao tinha me atentado a sua história... que barra! mas Deus sabe o q faz, por mais dificil q seja de entender, acredito que tudo tem um proposito maior....

enfim, com o passar do tempo as crianças vão aceitar seu recomeço, nada como o tempo.....

Mônica Japiassú disse...

Ai, que dó...

Guigo, não precisa ter medo de a mamãe ter outro namorado por achar que ele também pode entrar num carro que vai bater.

Faça como a sua mamãe sempre, sabiamente, nos passa aqui no blog: viva intensamente cada dia, com a maior alegria possível, sem ter medo de ser feliz!

E tenho certeza de que, quando chegar o momento de a mamãe ter outro namorado, vocês três serão ainda mais felizes!

Kinha disse...

Não é fácil ver os filhos com medo de nos perderem, no caso do seu, não medo de te perder pra alguém mas pra algo que não vai ter volta. Você é muito forte e corajose e está conseguindo levar a situação como pode.