domingo, 9 de outubro de 2011

O amor que você dá é o amor que você recebe! (Diário da Mirys)

Conversando com amigos queridos, durante essa semana difícil, eu me dei conta de uma coisa muito simples e óbvia, mas que eu não pensava nela porque, pra mim, era "automático". Sabe quando você é criado de uma certa maneira que não falar palavrões, por exemplo, já é costume? Ou vice-versa. Ou quando você toma coca, todo dia, em todos os almoços e, chegando no restaurante, você pede uma coca (claro!) para acompanhar seu almoço?

São exemplos bobos para mostrar que a gente tende a fazer aquilo a que já está acostumado. Você passa pra frente o que você recebeu. Você raciocina dentro dos parâmetros que alguém te ensinou...

O Fer dizia sempre que o grande problema da maioria das crianças que se tornavam infratoras era a falta de amor de pai e mãe. Não aquele "amor" permissivo, que deixa tudo para não desagradar ou não traumatizar. Mas o amor que se importa, que demonstra que se importa. Às vezes, mostra que se importa falando "não", colocando limites, conversando sério. Noutras vezes, dando beijos de boa noite, abraçando na hora do choro, deixando recadinhos no espelho do banheiro. E eu acho que ele estava certo...

Minha avó se foi. E eu era muitíssimo ligada à ela. Moramos juntas por anos e ela sempre, sempre me ligava. Então, num dos dias mais tristes da minha vida, meu tio-avô (o único irmão dela que sobrou) me pediu o número do meu celular. "Porque, agora, Miriane, EU vou começar a ligar pra você!". E aquilo me fez um bem ao coração!...

Talvez ele fique bravo comigo (desculpa paizinho), mas eu recebi um torpedo lindo, na quinta-feira. Eu e mais um monte de gente. Do meu pai, dizendo que aquele era o 1o dia do resto da vida dele... sem a mãe dele... mas que ele era grato por cada um dos anos, meses e dias (ele contou!) em que ela esteve por perto. E que ele estava grato por nós estarmos ali. Ele sentia um carinho especial por cada um de nós e ele deixou isso por escrito. Ele amava aquela senhorita que se foi, apesar de todos os defeitos que ela tinha, e ele demonstrou. Em algum lugar, ela deve ter ficado muito orgulhosa de ter criado filhos assim. Eu fiquei tão orgulhosa de fazer parte de uma família assim!...

Essas demonstrações de afeto, mesmo que minúsculas, são passadas, automaticamente, de geração em geração, na nossa familia. E é uma benção!!! O amor, o carinho, o se importar - a gente gosta de deixar BEM claro!

Então, eu parei de me cobrar por beijar e abraçar tanto as crianças; por dar tantas broncas por dia, para que eles sejam pessoas de bem, no futuro; por dizer tantos "eu te amo". E, na sexta, eu deixei que eles dormissem comigo, abraçados. No sábado, eu acordei sozinha, com a Helena em pé, ao lado da cama, fazendo carinho no meu rosto. Com uma caixinha de suco na outra mão. E o Guigo com o maior sorriso do mundo, com três potinhos com maças picadas. "Mãmi, bom dia! Esse é pra você ter um feliz dia das mães!".

Meu primeiro café na cama feito 100% por eles! Os sucos de caixinhas individuais para não ter perigo de virar copos na minha cama. As maçãs picadas com faca sem ponta (ele me assegurou) pois eu não deixo eles usarem as outras.

Nem me importei que não gosto tanto assim de maças...
Nem me importei que o dia das mães já tinha ido em maio...
Nem me importei com os pijamas sujos e, talvez, manchados pra sempre...

O meu coração também ficou "manchado". Pra sempre! E, pelo visto, estou deixando manchinhas de amor no coraçãozinho deles também!...

Sei que você já ouviu muito isso de mim, já leu muito isso aqui, mas se você tem alguém com quem se importa, do seu lado, DEIXE QUE ELE SAIBA DISSO! Se você tem filhos, então, capriche! Você está formando pessoas para o amanhã - delas, dos outros e o seu também.

Relacionamentos são pra sempre! Na verdade, são a única coisa que fica pra sempre... O amor que você deu e dará: eu espero MUITO que você receba tudo de volta!!!

13 comentários:

Maira disse...

Mirys força !!! sei que nada do que eu escrever aqui vai apagar a dor que sei estar no seu coração, mas sinta-se abraçada por essa amiga virtural que muito ti admira e vc. escreveu hoje sobre o que realmente importa na vida : sentimentos/pessoas/demonstração/amor.
Fique bem !!!

Nana disse...

Q post caprichado hein, garota?! Ta aí uma lição que tb aprendi da minha mammy desde sempre: temos que elogiar, demonstrar carinho, valorizar as pessoas que estão ao nosso redor. Com ctza, um sorriso a mais no nosso dia faz toda a diferença.
Bjs e fiquem c Deus.

Ual disse...

Pessoas que em meio a momentos difíceis conseguem parar, escrever e ainda inspirar a todos que os leitores sao pessoas especiais.
Muita força em todos os momentos e obrigado por dividir esse momento especial de uma forma tão inspiradora.

Adorei seu texto e tomei a liberdade de colocar um link dele no Ualmenidades. Caso não goste, sinta-se a vontade paa me dizer que retiro.

Um grande beijo e muito amor em sua caminhada sempre. Inté.

Fátima Freire disse...

Minha querida, sem palavras, até porque vc já escolheu todas, possíveis e imagináveis, para expressar tão bem o amor. Você é fantástica!Penso como você também. Tinha uma professora de Psicologia da Educação que dizia assim: Dessa vida só levamos, os livros que lemos, as viagens que fizemos e o amor que dividimos.É preciso mais?Beijos e muita paz!Fá

Decor'ação disse...

Oi li sobre você no Ualmenidades e amei saber mais sobre este coração bom que você possui e sua linda família. A separação daqueles que amamos é difícil mesmo, por isso chore se sentir saudades. E lembre-se do seu amor pela sua vó sempre.
Bjão e forças.

Ah estou te seguindo agora, tá?

Morena disse...

Ok, to me confessando uma manteiga derretida! Chorei com seu post e com todo o amor que transborda dele.
Vai passar com o tempo que cura feridas, mas também vai ficar todas as coisas boas e felizes na memória!

Beijos saltitantes
Boa semana

Debby disse...

Nossaaa
Agora você me fez ver o quanto é importante ter sempre um dia para recomeçar... e o melhor talvez porque Deus nos Deus um dia sempre depos do outro para recomeçar.. sempre

FORÇA, PAZ e muita LUZ para vocês.
Bjs
Debby :)

Anônimo disse...

Linda mensagem...Deus já está te confortando e ajudando a prosseguir...Ele sempre está, né?!mas com os olhos cheinhos de lágrimas e a alma de tristeza , às vezes fica difícil ver a Sua mão imediatamente...comigo é assim... Desejo os dias mais iluminados para você e sua família, hoje farei uma oração especialmente por vcs!

Mônica Japiassú disse...

Nossa, esse post é pra chorar, né? :~}

Que linda demonstração de amor que esses seus filhinhos lindos te deram no sábado, hein!

Que linda demonstração de que você está educando-os de forma brilhante!

Parabéns pela família LINDA que você tem! Vocês são muito especiais!

Megs disse...

Mirys, querida...
Muito lindo seu texto/depoimento.
Talvez sirva para acordar algumas pessoas que ainda dormem em relação a isso tudo.
Felizes somos nos (posso me incluir porque tb sou assim), que demonstramos nosso amor sempre, incansavelmente.
A vida é muito curta e penso que todos os que a gent eama, devem saber disso. É so o que vale a pena.
Gde beijo, cheio de carinho

João Marcos disse...

Miry's querida,
Você conhece esse amor muito bem, convivi com vocês na sua casa durante a minha infância/adolescência/juventude e sei bem o amor de todos um pelo outro na sua família. E graças ao nosso bom Deus, é o mesmo tipo de amor que eu recebi da minha, e que toma conta da nossa casa. Passar pra nossa família é o mínimo. Contagiar os outros pra que construam um mundo melhor (princípio "do Fernandão") é nossa missão. E tenho orgulho da minha amiga que consegue sintetizar essa mensagem num texto como esse! (sou seu fã =] ) e fazer seu papel a pessoas que você nunca viu e que freqüentam seu blog. Coisa que você faz todos os dias nos seus relacionamentos com seus amigos, sem perceber, passando pra frente.
Que Deus a abençoe sempre, assim como sua família.
Abraço.
Johnny

Anônimo disse...

amiga
amo voces demais, seus filhos, meus sobrinhos sao maravilhosos, e seu pai ha seu pai meu pianista preferido que toca hey jude so pra mim como eu gosto e adimiro seu pai....... cuida dele..... sempre brigeui com o meu mas agora ta bem dificil sem ele........... te amo....
e la vai uma bronquinha .. nunca mais recebi emails com esses textos lindos
beijos
lu

Fer disse...

Vocês sempre foram e sempre serão meu exemplo de amor, de família, de respeito, de paz, de fé... Obrigada por compartilhar esses momentos conosco!

Pena que a vida é tão corrida e que nos vemos tão pouco...

Amo vocês!

super beijos!!!
Fefê