sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Feliz! (Diário da Mirys)


No início do meu dia de aniversário, decidi fazer uma lista diferente... uma lista do que eu JÁ TINHA, do que JÁ havia ganho de presente no último ano, daquilo que JÁ estava na minha vida.

Imaginem a cena: eu, de vestido levinho (está um calorão por aqui), sentada no sofá da sala, plena madrugada, com uma tacinha de vinho branco na mão (minha dentista ficaria orgulhosa!) e um potinho de damascos ao lado, começando a lista...

COISAS (COMPRÁVEIS OU NÃO) QUE EU JÁ TENHO:


* pai, mãe, filho e filha, com direito a torpedos, bilhetinhos, mensagens de batom no espelho e desenhos com recadinhos de amor (ahá! Comecei bem!!!);


* 9 irmãos que cresceram comigo e mais 7 que vieram coroar nossa família, uns anos depois (cunhados e cunhadas - adoro vocês!);


* meu sobrinho oficial. Um só (por enquanto, espero), mas o melhor sobrinho que alguém poderia querer! Imagine que delícia você assobiar e um pequeno ser de 1 aninho, levantar a cabeça, começar a te procurar com os olhos, dizendo: "tia Mimi? tia Mimi?" E ele tentando me imitar, então ("bora, bora, catapora" - batendo uma mão na outra e gargalhando)??? Tem coisas que o mastercard compra... outras, realmente, NÃO TÊM PREÇO!!!

* 3 avós (2 minhas e uma herdada do Fer) que me paparicam, paparicam meus filhos, sempre me compram um ovo de chocolate na páscoa, fazem galinhada e me convidam para almoçar, ou abrem um pacote de bombons + uma coca light quando eu apareço na casa delas;

* um sogro e uma sogra que me entendem, me apoiam, me convidam pra passear e me ajudam com as crianças (priceless!); Ah! minha sogra também me paparica (pois sou "filha única" do lado dela)... e meu sogro também (hoje, ele dirigiu da cidade dele pra minha só pra me entregar um CD de músicas que ele tinha gravado pra mim);

(Peraí que a lista começou a ficar grande e o texto vai ficar confuso... preciso parar de escrever, voltar e dar um espaço entre uma linha e outra...pronto! Continuemos)

* 1.000 primas, dos 4 lados (2 meus e 2 deles), todas muito diferentes, todas muito bacanas, todas complementando minha vida! Primas que me conheceram no final da adolescência e curtiram meu namoro com o Fer desde o começo; outras que fizeram parte da minha infância e deixaram lembranças deliciosas de piadinhas contadas noite adentro, praia com 15 crianças, eleições do tio e da tia "mais legais" (meu pai e a tia Mig SEMPRE ganhavam! rsrsrs), chaves de carro misteriosamente desaparecidas na hora de ir embora! Primas que me fizeram madrinhas, primas que foram minhas madrinhas, primas que escolheram o meu dia para ter uma linda filhinha (dia 05 de novembro = tudo de bom!), primas que tiveram filhos nas primeiras horas do dia 03 de janeiro e me deram a chance de pegar o carro e sair "recolhendo" a mulherada da família para levar para a maternidade. Primas que dedicam textos e tempo pra mim (www.borbolhasletras.blogspot.com - essa menina sabe escrever!). Primas que riram, choraram, cresceram comigo e sempre sempre tinham tempo para um cafezinho (no meu caso, chazinho).

* 1.000 primos, dos 4 lados, que são igualmente bárbaros. Não saberia escolher entre eles ou elas (só coloquei as meninas antes por uma questão de gentileza)!... Meus primos brincaram de princesa e "princeso" comigo e se sujeitaram a todos os teatros infantis que minha fértil cabecinha programava, quando criança. Primos que tinham coleções IMENSAS de gibis e me apresentaram a esse delicioso mundo! Primos de abraços apertados, sorrisos largos, sempre prontos a ajudar a consertar o computador, o móvel quebrado, a vida. Primos que me ajudaram a entender qualquer parafernália tecnológica (ou, simplesmente, sempre estão dispostos a resolver meus conflitos com a tecnologia para que eu não "precise" entendê-la). Primos que ajudaram o Fer a comprar as alianças do nosso casamento. Primos de sonhos e de sons... muitos e muitos sons... Primos que são exemplo de relacionamento conjugal, de relacionamento com Deus, de vida!

* tios, muitos e muitos tios e tias. Amadíssimos todos eles!!! E cada um com seu jeito próprio de fazer com que cada sobrinho se sinta especial. Tios que levavam a criançada pra passear, que compravam sorvete, que escondiam mini ovos de chocolate pelo gramado, que me apresentaram à comida japonesa (e outras iguarias), que dançavam comigo (coisas que os namorados nunca fazem! Por que?????). Tios que SEMPRE se lembram de que eu gosto de cartinha pelos correios, de fotos antigas de família, de mil tipos de chá, de músicas do Elvis, dos Beatles e do Queen. Tios que gravam CDs pra mim, que me chamam de "gatinha", que me ensinam a jogar baralho (e eu sempre perco...), que me escrevem mensagens lindas pra dizer que têm orgulho de mim. Veja só se pode isso???

* meu padrinho. Ah! Meu padrinho! Melhor amigo de pequeno do meu pai e que acabou ficando sem "parceira" (pois eu nunca tive uma madrinha oficial. Só padrinho. Na época, ele não tinha ninguém sério na vida dele...). Ele é único e vale pelos dois!!! Se a Mel (afilhada do Fernando) me disse que, agora, eu sou "padrinhA" dela, acho que posso dizer que meu padrinho é PADRINHO E MADRINHO! Pronto! A vida perto dele é uma constante aventura: corridas de moto, cafés em Paris, meu primeiro emprego sério, restaurantes bacanérrimos em São Paulo, carona para pegar o avião da lua-de-mel. Espetacular!

* minhas afilhadas lindas, lindas, lindas!!! A 1a e oficial tem o cabelo preto mais liso, brilhante e lindo que já vi! Geniosa, precisa de um tempo para se enturmar com as pessoas, bem determinada e carrapicho da mãe dela...ou seja, exatamente do jeitinho que meu compadre deve ter pedido a Deus! Nada de dar mole para os meninos, garota!!! Mas, quando ela sorri... a sala se ilumina! A 2a já tem 6 anos, mas só passou a ser MINHA afilhada por escolha dela!!! Não é bárbaro??? Ela disse que eu não podia ser "só" a tia Mi, assim, só tia de coração... eu "tinha que" ser mais coisa, mais oficial. Então, virei sua madrinha. Com muito orgulho!!! Meiga, com cabelos encacheados que eu namoro, sempre pronta a me mostrar mais um dentinho de leite que caiu (ela guarda todos, pois eu disse que vou fazer um pingente) ou uma apresentação da escola, de balé, de teclado, de flauta, de violino (sim, vocês não leram errado, não precisam voltar: ela só tem 6 anos mesmo! Fazer o que?).

* meus sobrinhos e sobrinhas "do coração" que, muitas vezes, não admitem se alguém diz que eu não sou tia deles. Na verdade, oficialmente, não sou. Mas, quem disse que o papel é o que vale? Desde 14 anos atrás, sou TIA em letras garrafais e com muito orgulho (batendo na trave para ser madrinha... mas eu estrago essa linda adolescente DO MESMO JEITO!). Adoro estar num casamento, super arrumada, de vestidão longo + penteado + maquiagem e sentir uma mãozinha segurando a minha e dizendo: "oi tia Mirys! Vamos brincar?". Vou mesmo! Brincar, ler história, jogar jogos de tabuleiro, preparar pratos malucos na cozinha, aprontar a cama para eles dormirem em casa (quando as mães resolvem me deixar ser mais feliz e permitem que os seus pequenos passem a noite por lá). Adoro quando eles me mostram as notas da escola, a redação que fizeram, compartilham o livro que leram, me pedem alguns livros emprestados, "me levam" pro cinema. Queridíssimas crianças e adolescentes da minha vida: obrigada pela HONRA inimaginável de me chamarem de "tia" e por partilharem suas vidas comigo! Amo vocês!!! De paixão!!!

* meus amigos (putz... agora esse post vira um livro... agora???). AmigAs que me ensinaram a me arrumar (antes e agora), que mataram aula comigo pra tomar UMA coca (para 8 meninas) na praça da cidade, que vibraram comigo com uma nova paquera, que sofreram comigo a perda de um amor, que me ajudaram com trabalhos de faculdade (e que, algumas vezes, me deixaram fazer o trabalho pelo grupo todo, sozinha, pra me ensinar que a vida é assim: um por todos e todos por um!). AmigOs que me ensinaram a dirigir, a trocar pneu de carro, a programar o video cassete (complicadíssimo, na época), a escrever curtinho (porque eles não têm paciência com textos longos, tipo esse! Rsrsrs), a ler diferentes livros, ouvir diferentes músicas, a entender (ou tentar arduamente) como um homem pensa. Amigos que me livraram de roubadas ou que me meteram em encrencas. Amigos que ajudaram meus namorados a fazerem coisas terríveis e extremamente românticas, tipo pixar váááários muros da cidade no dia do meu aniversário ou roubar 3 sacos enormes de flores para inundar a garagem da minha casa (para me pedir desculpas por uma bobeada). Amigas que me ajudaram a ver tudo aquilo e fazer de conta que nada acontecia (para que acontecesse exatamente o que eu queria que acontecesse). Amigos que estão, sempre, no máximo, a um telefonema de distância! Amigos alunos que me permitiram aprender tanto e crescer com eles, que me permitiram fazer parte de momentos importantes de suas vidas. Que me tiraram do posto de "professora" e me alçaram ao de "amiga". Meus queridos amigos e amigas, que tanto me ensinaram, sobre tanta coisa, que eu jamais seria capaz de retribuir ou agradecer por tudo o que fizeram por mim (aliás, muito do que sou é obra deles, pois, sem eles, não teria chego até aqui).

* meus NOVOS amigos, dessa minha nova fase: eu comigo mesma. Amigos que me fizeram churrascos depois que eu perdi meu churrasqueiro, que fizeram meu trabalho na igreja quando eu não tinha condições, que souberam respeitar a minha dor e esperar a tormenta passar, mesmo quando ela aparecia no meio da tarde e a gente tinha um relatório pra entregar. Eles sabiam que não iria durar para sempre (nada dura...) e esperaram. Me entupiram de pães-de-queijo, risotos, macarrão, chá, coca light, vinho, novos sabores, novas histórias, novas possibilidades! Amigos que me conheceram "só Mirys" (sem "mãe de Guilherme ou de Helena", sem "Mirys do Fer", sem líder disso ou daquilo) e, mesmo assim, gostaram de mim, curtiram minhas conquistas, trilharam um pedaço importante da vida comigo. Amigos que me arrumaram novos e deliciosos adjetivos, aos quais eu me agarro sempre que um pedacinho de tristeza quer se instalar por aqui. Amigos que me permitiram trabalhar e me apresentar na medida do MEU limite, respeitando o meu momento. Amigos que eu deveria ter tido desde criancinha!!!

* meus tios e tias de coração. Tantos!... Os mais sérios, que sempre tinham uma palavra sábia para o meu crescimento. Os mais brincalhões, que me faziam ver que a vida é uma grande e deliciosa caminhada. Todos que me permitiram chama-los de "tios" durante todos esses anos, só pelo fato de serem amigos dos meus pais. Aqueles que tornaram os laços de amor tão fortes e importantes quanto os de sangue, que sempre me colocaram pra dentro de suas casas, de suas vidas. Que cuidaram de mim, torceram por mim e ainda acreditam muito em mim.

* este blog, meu cantinho para viver essa urgência que eu sinto de... viver! De escrever (e reviver) o Fer para as crianças; de escrever (e dividir) meus momentos mega altos ou, por vezes, baixos; de encarar meus entraves (e, esperançosamente, ajudar outros que passam por processos semelhantes); de me comunicar com gente de todo o mundo, grandes escritores, ilustres anônimos, sempre novos amigos.

* saúde! Muita saúde!!! Apesar de algumas teimosas espinhas no rosto e um pouco de sono além do normal, o resto vai muito bem, obrigada. Sem doenças, sem dores, sem nada. Tudo funcionando direitinho. Corpo aceitável (que não engorda, nem emagrece), dentes mais brancos (adoro essa parte), cabelão que voltou a ser lindo / leve / solto / brilhante (quase posso ganhar o apelido de Revlon, de novo), altura bacana (nada demais, nem pra lá, nem pra cá).

* um trabalho que eu adoro e que me satisfaz. Mentalmente, me sinto estimulada a pesquisar, melhorar, aprender, apurar. Financeiramente, me permite sustentar as crianças sozinha e ter pequenos luxos (tipo ir no cinema sempre que der vontade). Das 8 às 6, com o resto do meu dia para as crianças. Sem traumas. E com um plus: amigos bacanérrimos por lá (uns bem cabeça, perfeitos para conversas em tardes chuvosas sobre o investimento na educação... outros super divertidos, ideais para uma ajudar a ver o lado mais colorido da vida). Ou seja: não dava pra ser melhor!

* fora isso, tem mais umas coisinhas tipo uma casa para me abrigar, um carro para me transportar, uma câmera fotográfica (que PRE-CI-SO voltar a usar com gosto) para me distrair, algumas roupas, uns sapatos, uns CDs de música bem legais (selecionados pelo meu marido músico, ou seja, tudo coisa da melhor qualidade), alguns filmes "pra pensar" e mais alguns "pra viajar", TV a cabo com programas legais de decoração.

RESUMO DA ÓPERA: NÃO DÁ PRA RECLAMAR!!! VISTO POR ESSE PRISMA, EU SOU MEGA ABENÇOADA!!! SUPER SORTUDA, MESMO!!! Tem gente que não tem tudo isso... mas eu tenho! Então, hoje, eu só queria oficializar que sou muito muito muito grata por tudo isso e que espero que a lista de 2011 seja ainda maior! Não tem problema se ninguém for ler... rsrsrs

Feliz aniversário pra mim, garota de sorte!!!

OBS: aviso aos navegantes - como Deus foi muito generoso comigo, esta lista é um trabalho em construção. Pode ser que, a qualquer momento, novos itens sejam acrescentados porque eu tenha me esquecido involuntariamente deles.

11 comentários:

Jordana disse...

Lindo Texto...é muito fácil ver Deus agindo em vc...na sua família...que seja assim pra sempre AMÉM!
E é muito bom, mesmo que muito raramente, fazer parte da sua vida.

Um beijo!

Carol Siqueira disse...

Amei o seu texto e o vestidinho leve acompanhado a um copo de vinho. E estes momentos, sozinha mesmo, são um dos melhores de nossas vidas. Quando não estamos falando nada, nem escutando nada ouvimos a Voz de Deus. Acho que vc vai gostar de ler lá no blog Amigos em Deus. Parabens por tudo, pela a sua família e por vc sempre trocar as suas experiências com a gente aqui no seu blog.
Abraços de Carol Siqueira.
www.falamamae.com

Nana disse...

Muito bom ver uma verdadeira cristã valorizando TODOS os detalhes das bençãos que Deus derrama em nossas vidas diariamente. É tão difícil encontrar pessoas gratas nesse mundo... parabéns pelo seu exemplo. Bjs e fiquem com Deus.

Carol Siqueira disse...

Mirys, acho que vc vai gostar de ler lá no blog:
O que faz uma mãe feliz?
Abraços de Carol Siqueira.
www.falamamae.com

Graciela Aoad disse...

Oi Mirys....
Lindas as suas palavras.
O texto anterior então....Ahhhhh!!!!!

De verdade, que sua semana comece MARAVILHOSAMENTE bem.
Um beijo gostoso nos kids, meu e da Melissa.

Fica com Deus


Graciela & Melissa

Matheus Augusto disse...

"em tudo dai graças!" amém, lvu, tiaMIGa

Mirys + Guigo + Nina disse...

Jordana: que delícia ver você por aqui!!!!
E obrigada pela maravilhosa visita, no sábado, com a Bina e o Theo (liiiiindooooo)!!!
Deus sempre está por perto, Jô. Sempre, sempre, sempre. É a gente que, às vezes, não consegue ver isso...
Bjos e bençãos.

Mirys + Guigo + Nina disse...

Carol:
Você pegou o espírito da coisa, mulher! Viu como eu estou progredindo??? Vestidinho levinho (ainda não usava nada disso), uma tacinha de vinho e um pote de damascos. Chiquérrima!!!! E leve! Essa é a parte mais importante!

Bjos. Já passei pelo falamamae.com!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Nana: você é uma meiguice, sabia?

Que sorte a da Tina de te ter como amiga!!!! E que sorte MINHA de ter a Tina como irmã e você como amiga-por-tabela (você sabe que, lá na minha mãe, tudo o que é bom vira coletivo, né? Roupas, sapatos, amigas... kkk).

Bjos e bençãos! Sempre!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Gra e Mel: obrigada por aparecerem, de novo, por aqui!

O texto anterior foi feito para um testemunho, no meio de uma cantata lindíssima, da igreja presbiteriana, chamada "céu - a esperança dos salvos". Achei que precisava dividir aquele meu último momento com conversa séria com o Fer com todos vocês... talvez, alguém ainda não tenha se decidido pela salvação... talvez, Deus possa agir por meio desse blog. Essa é a minha oração!

Bjos e bençãos!
Apareçam sempre!!!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Tia aMIGa:

Grandes coisas fez o Senhor por nós (é só procurar direitinho) por isso estamos alegres.

Os dons do Espírito são... ALEGRIA...

E tudo que fizermos, seja em palavra, seja em ação, façamos em nome do Senhor Jesus, dando graças a Deus pai.

Estou tentando viver tudo isso (e passar para vocês que me acompanham, choram, riem, sofrem e vibram comigo).

LOVE YOU TOO!!!!!!!!!!!!!