terça-feira, 16 de agosto de 2011

Sonhei com você... duas vezes! (Diário da Mirys)

É tao estranho... no primeiro ano, eu quase nao sonhei com o Fer. Nao me lembrava nem da voz dele (o que me angustiava muito) e sonhar, naquela época, teria sido um alívio! Mas, nao sonhei...

Desde janeiro/2010, eu só tinha sonhado com ele 5 vezes. Míseras 4 noites, dentre as 365 que passaram por mim, no primeiro ano! Uma vez, no segundo ano...

Mas, quinta passada, eu sonhei. E ontem, também.
E estava tudo bem. Nós estávamos em paz, em casa, vida normal, de "namorados" que era o clima lá em casa, naqueles últimos dias. Como se o dia 23 de janeiro de 2010 nunca tivesse acontecido.
Só queria deixar registrado...

11 comentários:

kaci disse...

Não sei nem oque te dizer!
Mas sei que to emocionada!

Ana Paula disse...

Mirys que os sonhos sirvam de forças positivas para vocês! Senti falta dos seus Posts esses dias.

Um beijo.

Rafaella disse...

Não sabia dessa historia de vcs...
E fiquei tão triste quando vi, como foi...
Ele agora é um anjo que ilumina vcs...
E que esse sonho seje um alivio, algo que ajude a confortar essa saudade enorme que sentem...
bjão

Dani disse...

Deve ser angustiante não lembrar da voz. E parece que qdo mais nos forçamos pra não esquecer, mas a lembrança se esvai.

Qdo perdi a minha avó, queria sonhar com ela todo dia, mas não acontecia....só veio acontecer um bom tempo depois.

E sonho bom é sempre um bom sinal.
Beijo, querida.

Nuana disse...

Nem sei oque te dizer pq essas lembrancas de quem já se foi são muito traumaticas pra mim, já perdi muito///força e siga em frente///bjo bjoooo

PAULA disse...

Eu sonhei com meu marido na terça feira passada e caiu como uma benção, depois de tres longos meses da ausência, acordei tão bem que nem acreditei e então eu entendi que agente aprende a se contentar até com as migalhas, pois é o que tenho agora, mas de qualquer forma sonhar é bem melhor do que nada.
Leio sempre o que você escreve, e a alguns dias, li as postagens sobre o seu Fer e os seus sentimentos após os acontecimentos. Em alguns deles você fala que escreve com a intenção de ajudar alguém que esteja passando pelo mesmo problema, e vou te falar uma coisa, você ajuda mesmo.
Depois de ter perdido meu Gatão, há tres meses, foi no dia 13 de maio passei a ter uma sensação de não realidade e com isso me afastei até mesmo de minha filha, ela tem 7 anos e também está sofrendo muito com a falta do pai, mas depois que li o quanto você se esforça para fazer seus filhos felizes, passei a pensar mais em relação a minha filha. Procurei mudar um pouco minhas atitudes e com isso estou conseguindo recuperar um pouco minha relação com ela, e sair desse estado tão estranho em que me encontro e, com isso ganhei beijos, abraços e de quebra um sonho com o meu amor.
Portanto tenha certeza que você ajuda sim.
Um grande abraço,
Paula.

Fátima Freire disse...

Mirys,querida! Mais uma prova das providências divinas. Você já imaginou como teria sido para resolver tantas coisas "burocráticas" se você tivesse ficado sonhando sempre com o Fer ou então, ouvindo a voz dele ecoando o tempo todo em você? Deus é tão perfeito que te deu esse tempo e agora, você mais "tranquila",na medida do possível, é claro, pode voltar a namorar com ele, como nos velhos tempos, mesmo que em sonho.Sou sua fã nº 01, e sei que você vai descobrir o porquÊ de tudo, ah, se vai!Um super beijo,minha linda.Beijão para o Guigo e para a Nina.

A mãe dos Gêmeos disse...

Mirys, tomara que os sonhos sejam sempre bons assim!!!
E daí vc ai vir pra cá?
Bjos
Ana
www.amaedosgmeos.blogspot.com

Debby disse...

Oi Myris

Lembrei do meu irmão que faleceu em setembro de 2001 um dia depois do meu aniversário. Mas a ultima vez que o vi com vida foi no dia do meu aniversário 31/08 dai para cá não tenho muita alegria em comemorar este dia.. que por mim acordaria uns dois dias depois.
Sonho pouco com ele, mas minha mãe sonha sempre, sempre com ele.

Beijos em seu coração
E muita paz
Debby :)

Fica bem e volta logo :)

PAULA disse...

Mirys,

Obrigada pelos seus comentários sinceros,sensíveis e honestos.
Realmente não consegui me encontrar ainda novamente nesse mundo, mas um dia conseguirei(eu espero).
Mas tenha realmente a certeza que você, mesmo sem saber, foi quem me ajudou a "dar o pontapé inicial" nesse "segundo" tempo da minha vida.
Realmente me enterrei num mar de sofrimento, mas de alguma maneira estou conseguindo emergir e principalmente pela minha filha, mas só enxerguei isso de fato, quando vi seu esforço em fazer seus filhos felizes, apesar de sua imensa dor.
Você tem mais uma pessoa que te admira e te respeita muito.
Assim que possível vou ao cabelereiro e já estou pensando em levar a Flávia comigo, realmente pode fazer bem para nós duas (obrigada pela sugestão), quando eu for, te conto como foi.
Vamos nos falar mais vezes.
Obrigada e BONS SONHOS...
Um grande abraço,
Paula.

Renata C., UMA EXPATRIADA (esposa, mae, mulher...) disse...

Acho que e' bom sonhar assim...
Olha, nao estranha se vc verificar que eu me descadastrei do Feed. NA VERDADE E' PORQUE EU TINHA FEITO DOIS! e ficava recebendo repetido!
Bjka!
;-)