sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O 2o dente de leite... ou cai-não-cai! (Diário do Guigo)

Amigos, como é duro ter seis anos!!!! Vejam só o drama:

* você começa a ter tarefas TODOS OS DIAS, na escola;
* você senta confortável (torto) e sua mãe acha que vai resolver o problema da sua vida, e que vai resolver AGORA, e fala 1.324.540.847 vezes para você ficar reto;
* nem dormindo você tem sossego porque a sua querida mãmi fica lá, olhando você e pensando "as costas parecem retinhas, assim, deitado... mas as pernas, aaaahhhh! as pernas, vão precisar de bota ortopética, cer-te-za!";
* você vai tomar banho e sua mãmi encasqueta (maneira sutil de falar "fica neurótica") que o seu cabelo está no olho, então ela pega a tesoura e tchum! Tchau franja! e a sua irmã mais nova fica falando que antes estava melhor... porque parecia o Justin Bieber (hello???!!!);
* se você precisa, começa a usar óculos... se precisar meeeeesmo tem que começar a usar tampões também (ufa! Dessa eu me livrei);
* você vai, gradativamente, perdendo seus dentes de leite e os outros nascem... UM DE CADA VEZ! Então você fica com uma boca linda, super-ultra-maxi-mega alinhada, com um dente de cada tamanho, em cada lugar, e uns buracos aqui e ali...

Ou seja, aos 6 anos a melhor coisa que eu tenho para falar da minha aparência é que a Helena me acha parecido com o Justin Bieber com o cabelo molhado! Humpf!!!

Mas, o meu caso é mais grave (SE é que isso é possível). Meu primeiro dente de leite caiu dois dias depois do casório da tia Yayá (novembro/10). No domingo avisei a minha mãe "mãmi, veja isso!!!"; na segunda, no meio do almoço, já fui mostrar para a mãmi meu dente caído, na palma da minha mão "mãmi, veja isso!!!". Foi pá-buf! Pensou, caiu. Simples assim.

E então que nós chegamos em Paris (janeiro/11). Tudo lindo, maravilhoso, mãmi felicíssima, crianças empolgadas. E eu anuncio, logo na chegada (acho que sou filho da minha mãe mesmo... a-do-ro um drama!): "mãmi, veja isso!" e aponto meu segundo dente de leite mole!!! É o segundo de baixo que fica mole. Esse é do lado direito (para mim), bem no meinho da boca. A mãmi já fala, toda empolgada, crente de que meu dente cairia tão rápido quanto o 1o: "uau, Gui! Que chique! Pensa, filho, seu segundo dente vai cair EM PARIS!!! Não é o máximo?????" (por que seria, mãmi?)

Porém, para tristeza geral da nação, passamos 13 dias em Paris e nadica de nada do dente cair! A mãmi até tentou dar uma força, pedia para ver (com a mão!!! E balançava, balançava, para dar uma ajuda ao dente). O pior é que o dente permanente que é o dono daquele lugar ainda ocupado JÁ ESTÁ NASCENDO! Atrás do de leite e virado para dentro!!!

Chegamos no Brasil e eu contei para todo mundo do meu dente "que não quis cair em Paris". A mãmi pedia para todo mundo olhar COM AS MÃOS. Quem sabe se a família toda (umas 20 pessoas, no mínimo) desse uma forcinha... o abençoado resolvesse sair dali e abrir espaço para o próximo? Só que não deu certo. Depois de uma semana no Brasil, mamãe marcou dentista, preocupadíssima. Como se usar aparelho fosse o meu único problema existencial (leiam acima!)... A dentista disse para esperarmos completar um mês (da percepção do dente mole, ou seja, dia 15.02). E garantiu para a mãmi que o de trás (permanente) volta sozinho para o lugar SE o outro cair logo.

Ontem, no meio do ensaio do coral (voltaram os ensaios! Yupi!), eu mostrei meu dente para todo mundo e até eu já estava pedindo para o povo colocar a mão e balançá-lo. O danadinho não quer cair!!! No final do ensaio, tem os pedidos de oração. Um monte de adultos pediu um monte de coisas. Foi um compartilhar lindo. Daí, a mãmi pegou o microfone e não pediu: só agradeceu as orações que todos fizeram por nós no ano passado. Quando, de repente, plim!, eu tive uma ideia!!!

"Mãmi, deixa eu falar???", e a mãmi agradecendo o povo, "mãmi, olha pra mim! Deixa eu falar?", e a mãmi agradecendo o povo, "mãmi, olha pra mim! Deixa eu falar?". Mãmi olha pra mim, pergunta pra regente do coral se tudo bem dar o microfone para uma criança de 6 anos. A regente deixa (um beijo, tia Lú!).

"Gente, boa noite!" (suspiros por todos os lados) "Eu tenho um pedido. É que eu tenho um dente que não quer cair. Tá molinho mas não quer cair. Vocês podem orar e pedir para ele cair?"

Beijos e bençãos.
Guigo

OBS da mãmi: na hora, eu morri de rir, mas depois fiquei toda orgulhosa. "Ensina a criança no caminho em que deve andar...". É bom saber que meus filhos se sentem queridos e aceitos, pelo grupo do coral e por Deus, para fazer pedidos de oração em público. Obrigada, amigos, por todo o amor demonstrado para conosco!!!

7 comentários:

Euza disse...

Lendo do dentinho de leite, lembrei da minha filha
Resolveu dar uma ajudinha no dentinho quase solto pediu a irmãzinha que amarra com fio dental era para ser como Tiradentes ,amarrou na maçaneta da porta de casa e arrependeu ,mas antes que pudesse fazer algo eu abri a porta sem saber ponto o dentinho era mesmo como Tiradentes foi enforcado kkk

Mirys + Guigo + Nina disse...

O Guigo já pensou (e falou alto!!!) em fazer isso, VÁRIAS VEZES!

Eu é que não deixo....
kkkk

Bjos e bençãos.
Mirys

muié disse...

Mirys, uma vez a Nina foi pra casa de uma amiga com o dente bem mole. A amiga não tinha perdido nenhum dente então a mãe não manjava disso. Não deu outra: o dente caiu lá. E dentro da piscina. Eu fui pegar a Nina e a notícia do dente no fundo da piscina. Resumo: tive que tirar a roupa, mergulhar (estava frio, era em petrópolis) pegar o dentinho com os dedos do pé, num mergulho porque a piscina era funda pra caramba. Consegui pegar o dente.Isso tudo por causa da fada!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Andréia:

Tem coisas que acontecem SÓ COM VOCÊ!!! Impressionante!!! E eu, do lado de cá, me matando de rir!

Bjos e bençãos
Mirys

Daiane Bianca disse...

Olá, adorei ler seu blog. E muitos parabéns pela família linda... Só que agora fiquei curiosa para saber o final da história do dentinho que não queria cair... Caiu direitinho? e O permanente que vinha por trás se endireitou?
Pergunto pk a minha filhota Bianca, de 5 anos, que ainda não perdeu nenhum dente, tem os incisivos centrais de baixo a abanar, mas num deles o permanente já aparece por trás...eu ando preocupada pk o de leite não cai, só balança e bem pouquinho..tenho medo que o permanente irá nascer torto ;( um abraço e felicidades!!! Daiane Bianca

Mirys + Guigo + Nina disse...

Oi Daiane!

Que bom que você passou por aqui! Esperamos que volte muitas e muitas vezes! Seja super bem vinda ao Diário!

Bom... no dia seguinte, eu publiquei o post do dentinho caindo. Acabei tendo que ajudar com uma pera, mas deu tudo certo.

A dentista falou que, em um mês, no mãximo, o dente permanente iria para o lugar. Não foi! E eu, como boa mãe que sou... desesperei! Mas, hoje, 2 meses depois, vejo que as coisas estão se ajeitando, sem precisar da minha interferência ou a de um profissional...

Boa sorte com a filhota!

Bjos e bençãos.
Mirys

Daiane disse...

Obrigada por me contar o final da história...heheheh A Bianca (minha filhota) só quer saber de maçã, para ver se o dentinho cai...mas não tem jeito...tá há uma semana a abanar e nada. o dente novo já tem a cara de fora... enfim, vou aguardar p ver no que dá...embora continue preocupada. ;) Abraços e muitas felicidades, para ti e toda a tua família! :)