segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Victor Hugo - ponto de vista


"Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram.

Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte, certamente exclamará: “já se foi”. Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Mas ele continua o mesmo. Assim é a morte. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos: “já se foi”, no mais além, outro alguém dirá feliz: “já está chegando”.

Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a viagem terrena. Um dia partimos do mundo espiritual na direção do mundo físico; noutro partimos daqui para o espiritual" - Victor Hugo

Victor Hugo... França... Paris... pra quem me conhece, sabe que não preciso dizer mais nada, né? Pra ficar mais a minha cara esse texto, só se viesse escrito em francês!!!
Tá lá no blog da Gisela Rao (quem quiser passar por lá é www.vigilantesdaautoestima.zip.net).

2 comentários:

Matheus Augusto disse...

té eu to começando a querer conhecer Parissssss... ai ai

Tania disse...

Que lindooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!! beijos enormes