segunda-feira, 4 de outubro de 2010

"Vamosatravessar" (Diário da Mirys)


Há uns anos atrás, recebi e enviei uma brincadeira via e-mail. Chamava-se "defina-me em uma palavra". Tudo o que os seus (no caso, os meus) amigos tinham que fazer era responder ao meu e-mail com UMA palavra, que me definisse, para eles.

Recebi cada resposta interessante!!!! De alguns, eu já sabia EXATAMENTE o que esperar. Outros foram uma completa surpresa!! Vários ficaram com a minha mensagem, por dias, tentando encontrar a tal palavra... Parece simples, mas não é não! Uma palavra só é muito pouco!!! Tem que ser aquela coisa mais interessante, mais marcante da pessoa. E é difícil resumir uma pessoa e toda a experiência que você tem com ela em UMA úniquinha palavra...

Anyway, foi uma ótima maneira de ME conhecer melhor! Da mensagem que eu passava para os outros.

Tenho certeza de que, se fizesse tal brincadeira, hoje, receberia palavras C-O-M-P-L-E-T-A-M-E-N-T-E diferentes na "minha definição"!!!!!

Então, ontem, livre-leve-e-solta na nossa nova cidade (porque as crianças ficaram em Jaú pois a Nina vai ser daminha da tia Yayá e precisava tirar as medidas do vestido! Ela leva isso muuuuuitoooo a sério! Fofíssima!!!), resolvi ir ao cinema antes do culto.

Assisti ao novo filme da Julia Roberts. Já vou avisando: sou super fã dela, então... sou mega suspeita ao dizer que adorei. Mas adorei!!! Era tudo o que eu precisava para começar mais uma semana: um filminho leve, mas que me fizesse pensar na vida. Ótimo, ótimo, ótimo!!! Quem não viu, fica a dica ("comer, rezar e amar").

Em uma parte do filme, quando ela está na Itália, acontece uma brincadeira parecida das palavras. Mas cada um tem que escolher a sua palavra. E... bem... DESCULPEM mas não tem jeito de continuar esse post sem dizer qual foi a palavra dela. Porque acho que é a minha palavra, deste ano. "Attraversiamo" (Dario, meu cunhado italiano preferido, perdoe meu italiano!!!). Quer dizer: vamos atravessar! E é assim que eu me sinto. Dia após dia sinto que acordo, pego na mão das crianças, dos amigos, dos meus pais (oficiais ou não) e digo: vamos atravessar! Mais esse dia, mais essa crise de choro, mais esse evento familiar, mais esse mês: vamos atravessar!!!!!

Só que, em português, "vamos atravessar" são duas palavras.... frustrante!!! Então, é oficial: tenho que aprender italiano!!! Alguém conhece algum professor particular???

Enquanto isso, assumi a minha "nova" palavra. Novíssima porque acabei de inventar "uma" palavra: "vamosatravessar"!!!!

12 comentários:

danibadanai disse...

Oi amiga!
Adorei essa "sua" nova palavra.. e, por motivos MUITO diferentes, se você me permitir, vou adota-la para os meus dias (semanas, meses, rs..), de crise!
Quanto ao filme, também quero muito assistir.. o livro dizem que é ótimo!
Beijos..
Amo vocês!

Nana disse...

M-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a seria a palavra q eu escolheria pra vc.... O filme da Julia é "comer, rezar e amar".... vc colocou na ordem errada...rsrsrs... nao vi o filme ainda, mas li o livro e concordo q eh maravilhoso mesmo. Bjs e fiquem com Deus.

Mirys + Guigo + Nina disse...

Daninha:

Minha ideia era assirtir o filme em Jaucity, com voce, a Na e quem mais eu pudesse "arrastar" para o cinema... Mas, não deu! Não tá passando no cinema daí, ainda...

Mas, vou de novo e de novo, com quem quiser. Amo cinema! Adoro o trabalho da Julia! Amo a companhia de vocês! Então... tudo de bom junto!!!

Bjos e bençãos

Mirys

Mirys + Guigo + Nina disse...

Nana:

erro corrigido!!! rsrsrsrs

Acho que a palavra que eu escolheria para mim mesma (se não fosse a "vamosatravessar") seria SORTUDA!!!

Tenho uma família linda e super próxima, amigos bacanérrimos, filhos perfeitos, saúde no lugar! Nâo é todo mundo que tem tudo isso, né?

Mas, OBRIGADA pela sua definição de Miriane!

Bjos e bençãos!

Mirys

Anônimo disse...

Oi Mirys.
Li o livro e achei ótimo.
Por curiosidade, há a versão masculina (ainda em livro, mas sei que os direitos já foram vendidos p/ cinema), chama-se "beber, jogar, f@d#er". Quem leu o primeiro se diverte, o protagonista seria o marido dela, numa versão masculina e machista.Rs.
Bjs. Cinthya

Mirys + Guigo + Nina disse...

Ci:

Uau! Revolta dos meninos!
Será, será, será???

O livro eu pedi para o meu pai trazer pra mim, em inglês... Minha mãe encontrou, ficou de fazer a dedicatória (em casa, "não aceitamos" livros sem dedicatórias!) e... puf! Ele sumiu! Ninguém mais consegue encontra-lo numa casa de pai+mãe+10irmãos+7cunhados+3sobrinhos...

Bjos! Que pena que não deu certo de nos vermos, no weekend...

Mirys

Letícia disse...

Tou super curiosa pra ver esse filme (até porque eu não li o livro e várias pessoas me disseram que é uma leitura divertida e despretensiosa).

Fiquei aqui pensando se dava pra trocar o "vamos atravessar" por "atravessemos" - mas devia ser um convite (certamente aceito, ehehehe) e não um imperativo, né?

"Vamosatravessar". Vou me lembrar sempre.

Mirys + Guigo + Nina disse...

É, Letícia, o meu "vamosatravessar" tem um quê de convite mesmo. Um convite meio obrigatório (kkkk), mas sempre acompanhado de um sorriso (opcional, mas sempre lá).

Na vida, a gente não pode escolher as coisas pelas quais vai passar (por isso o vamos atravessar!), mas podemos escolher se vamos passá-las sorrindo ou reclamando!

Bjos e bençãos.
Vá me atualizando do livro!!!

Marcelo disse...

Oi, Mirys!
Tudo bom? Nossa! Que história a dos mosqueteiros!!! Seus filhos são lindos! Estou degustando o seu blogue, viu?
Um beijo carinhoso!

Marcelo

Mirys + Guigo + Nina disse...

Marcelo, quanta honra!!!

Seja sempre bem vindo ao nosso blog!
E deixe suas experiências de pai, por aqui. Afinal, nessa família, agora, só tem mãe. E as mulheres pensam diferente... então, a opinião masculina será sempre bem vinda!

Bjos e bençãos
Mirys

PS: para quem não conhece, o Marcelo Cunha Bueno é um colunista da Revista Crescer e tem o blog "Sopa de Pai". Fica a dica!

viuvaverde disse...

Mirys, ATRAVESSEMOS. é isso mesmo! Obrigada Myris e um beijo grande. Andrea (VV)

Bom disse...

Ei Mirys!
Tudo bem?
Muito legal seu blog! E sobre este seu post, em particular,realmente essa coisa de escolher palavras para definir um momento da vida ou até mesmo uma pessoa, conforme você expõe, é algo dificil e complicado. Não que tenha totalmente a ver, mas os ditados e expressões populares também são uma espécie de lema para momentos da vida. O interessante é que muitos desses ditados sofreram transformações com o tempo, mas continuam sendo usados como se nada tivesse acontecido. Dá uma olhadinha nessa matéria que fizemos, tem umas curiosidades sobre esses ditos: http://www.bomdehumor.com.br/materia/2822-Ditados_populares:_voce_tambem_fala_errado.htm
...
Grande abraço,
Equipe Bom de Humor - Natura