segunda-feira, 30 de julho de 2012

Interlúdio 19 - a pausa (Diário da Mirys)

Naquela manhã, depois do “recomeço” no Brasil, eu tinha um sorriso no rosto, de uma criança que ganha o doce que ela estava esperando por muito tempo... Eu não esperava que me ligassem, aparecessem na minha porta com botões de rosa, saíssem fazendo declarações de amor pra mim. Mas eu tinha dado um grande passo, na descoberta de mim mesma. Eu tinha provado pra mim mesma que era possível e que, um dia, quando eu estivesse pronta, alguém que realmente me quisesse poderia aparecer...

Só que eu estava errada e, horas depois, ele me ligou. Falei tantos “nãos” praquele moço, logo de cara, que eu não sei nem se EU MESMA teria insistido em mim. Mas ele insistiu. E nos vimos, de novo.

Eu pensei com os meus botões: “vou fazer como a minha amiga C. Vou falar tudo, logo de cara. A pessoa só fica se quiser muito! E claro que ele não vai querer muito, tendo ficado comigo só uma vez. Ele vai se assustar com esse bla-bla-bla de sou viúva, tenho filhos, etc e tal. É isso. Vou fazer assim.” Sem perceber, eu continuava a me boicotar. Eu estava uma confusão completa e quem quer que aparecesse, nessa fase, ia acabar suportando situações nada comuns em relacionamentos normais...

Mas, nós nos encontramos e conversamos sobre coisas banais e agradáveis. Quando eu contei a história da viuvez, ele só perguntou se eu queria falar sobre o assunto. Eu respondi que não. Ele perguntou se eu estava bem. Eu respondi que sim. Ficamos instantaneamente amigos. E combinamos de nos encontramos de novo, de um jeito meio ligth, do tipo “a gente vai se falando”. Nada com dia e hora marcado. Aquela coisa meio ao acaso...

Eu: “Mas, eu não quero namorar. Não quero relacionamento. Não quero nada público. Eu não estou preparada.”
Ele: “Tudo bem, Mirys. Eu também não quero. Só quero continuar conhecendo você.”
Eu: “Então, a gente faz assim: se vê quando der e quiser.”

E pensei alto: “Isso vai ser uma deliciosa pausa na minha realidade...”
Ele sorriu.
Então, ficamos assim: ele seria a minha pausa e eu seria a dele.

Cenas do próximo capítulo aqui

10 comentários:

Thais Markevich disse...

Que lindo..."Só quero continuar conhecendo você"*-*

Nana disse...

To tentando me encontrar no meio de tanto post junto...kkk. ja chegamos em quem interessa no momento!? Bj e fk c Deus.

Anônimo disse...

Que lindo!
E romantico!
Voce sem dúvidas merece um recomeço. Você é linda, jovem, profissional, mãe e merece também que as coisas se ajeitem no lado sentimental homem/mulher.
Estou muito feliz por vc e ansiosíssima para o restante.
Entro toda hora, para ver se vc postou coisa nova rs
beijos

maíra moreira disse...

td dia acompanhando com expectativas...
linda sua história de recomeço..e toda sua história de vida, pois, mesmo com percalços, vc conseguiu a cada dia, viver a sua historia!
Parabéns!

disse...

...estou tão feliz por vc!!! Estou feliz por vc como estaria feliz por uma amiga de infância!!! Pq mto embora só eu te conheça (pq eu não escrevo sobre mim!!!!) Tenho a sensação que te conheço a anos e fico imensamente feliz por sua felicidade!!!

Q Deus continue abençoando seus passos, sua vida e sua família!!!

PS.: pelo visto não sou só eu que estou curiosa esperando os próximos posts... venho no blog 2 ou 3 vezes por dia!!!

Vanessa Santos disse...

Ah que lindo!!!

Paula Decco Frederico Franco disse...

Amei a pausa na realidade!!! vc é mesmo ótima! De onde vc tirou essa? ÓTIMA!!!!!!

Rafaella disse...

Que fofo ele foi...
É dificil encontrar homens assim, que aguente o nosso "tempo"...
Ja adorei ele ;) rs
Bjs

Claudia disse...

Vc tem me inspirado... fico pensando enquanto leio os teus posts "como será comigo daqui um tempo?"... Beijos.

Debby disse...

Gostei de duas coisas além de ter amado tudo kk .
Ele dizendo que queria continuar a te conhecer e a pausa..

Que maravilhaaaaa

Bjs
Debby :)