sexta-feira, 8 de março de 2013

Então, é isso... (Diário da Mirys)

Mais uma semana termina e eu não escrevi no blog o que eu QUERIA escrever. Parei a saga "1+1=6". Olhei um zilhão de vezes para as imagens que ilustrariam minhas palavras (ah!... como eu amo fotografia...) e pensei que sem elas os textos ficariam menos interessantes e reais...

Daí, decidi escrever mesmo sem fotos! Claro! "Miriane, você começou esse blog JUSTAMENTE para contar Histórias! Problemas reais, soluções possíveis, dias de muita alegria em família, dias normais. Você começou este blog para ajudar gente que enfrenta dificuldades como as suas... pra encarar de frente os medos... pra tentar fazer a diferença pra alguém, não importa quem, não importa onde, não importa o motivo. EN-CA-RE! Sente, escreva, (se possível for) inspire!"

Por isso, à noite, eu abro a página de nova postagem, me preparo para o duelo com o computer, quando eu quero escrever mais rápido do que o meu pensamento, e... nada. Não vem uma palavra. Não dá. Não consigo. Não sei ser "pela metade"... nem na escrita.

De repente, eu abro minha caixa de mensagens, vejo mais um comentário do tipo:

"Mirys, estava falando de vocês pro meu marido e resolvi mostrar a foto de todos os 6 mosqueteiros que você publicou no fim do post... e ela tinha sumido... quê que houve? .. e foi trocada uma foto no post: conte suas bençãos..aquela com o título "carinho"..será que você viu que aconteceu isso?
um abraço"


E fico olhando pra tela sem saber o que responder, SE devo responder, COMO devo responder... e travo. (eu sei que vocês todos que me enviaram comentários perguntando sobre as imagens da minha nova família devem estar lendo isso agora. Então, por favor, me desculpem. Ainda não encontrei um meio de responder a todos vocês...)

Pra ser sincera, eu gostava mais quando eu falava de situações da vida real, dos desafios, de como manter a fé, a paciência, o amor, a compreensão, a sanidade até, em qualquer momento da vida, e recebia comentários assim:

"Olá Miriane.
Meu nome é R. Sou uma das suas leitoras "ocultas", aquelas q vem se deliciar com tanta coisa legal que voce escreve, mas que dificilmente deixa uma mensagem...
Nao me lembro como conheci o seu blog. Bom, tenho uma amiga nos EUA que perdeu o marido com câncer. Ela ficou sozinha com 3 crianças ( 1 deles tinha 1 mês quando o pai faleceu). Eu queria muito poder ajuda-lá mas por estar distante era mais difícil. Então recomendei que ela viesse conhecer seu blog, pois acredito que a maneira como voce lida com as situações no seu dia a dia tb possam ajuda-lá a lidar com as dela. Hoje ela me contou que uma esposa de um pastor, em Orlando, tb indicou o seu blog para ela ler. Legal isso.
Para falar a verdade, voce tb esta me ajudando muito a lidar com situações na minha vida e com meu filhos. Muito obrigada e que Deus abençoe muito voce, seus filhos e seus planos! Grande beijo!"


Não acho justo ter dividido tooooooda a parte complicada da vida com vocês (viuvez) e não compartilhar a parte boa (nova família)! Como eu posso querer inspirar alguém se eu só conto a parte triste da história e, quando Deus vem e faz a sua revolução de alegria, eu não posso contar / mostrar???

Eu juro que estou tentando não perder o pique! Estou procurando contar estórias legais do Guigo, colocar fotos lindas da Nina, mostrar transformações na casa (eu decidi pintar a casa toda, sozinha, já que não posso escrever o que eu quero - mantém a cabeça ocupada!), fazer posts interessantes pra vocês todos que aparecem por aqui, todo santo dia. A vocês o meu enorme MUITO OBRIGADA, mas eu me cobro cada vez que eu posto uma foto da Helena... porque ela já não é mais a única menina na minha vida, na minha família... o Guigo não é o único menino a ter o meu amor ou estórias pra contar... Então, quando eu falo SÓ dos dois, me parece que eu estou sendo o que não queria ser: METADE.

Então... é isso...

10 comentários:

Roberta disse...

Oi Miriane. Aqui é a Roberta, autora do comentário que está no seu blog. AInda continuo por aqui, sempre lendo sua linda história de vida. Sei que agora deve estar sendo mais difícil escrever pois agora mais famílias estão envolvidas no seu dia a dia, né? Espero que você continue bem e com essa felicidade radiante que você nos passa através de suas palavras.
Um grande beijo.

Cláudia disse...

Olá, Mirys! Também sou leitora assídua mas acho que só comentei uma ou duas vezes.. E eu percebi sim que vc estava 'pela metade', percebi também que vc havia colocado fotos dos 6 ilustrando o canto esquerdo do blog e que depois sumiu...
Mas não se preocupe. Faça o melhor a ser feito para se ajustar na sua nova família. O importante é que sejam felizes!

Debby disse...

Oi Mirys
Perfeito o seu posto.
Claro que entendendo. As vezes passo por isso com algumas pessoas da minha familia as quais me vejo impossibilitada de postar fotos, de contar alguma coisa.
Mas faz parte amiga deste mundo enorme fácil de amar, dificil de conviver e forte em lidar chamado humano.
Amo o seu blog e acredito que fazem sim, alguns anos que leio vocês,que choro, que sorriu e o melhor (para mim )
Que eu mudo para melhor, que a minha fé em Deus e na vida aumentam. Que o meu amor pela minha família cresce a cada novo dia.
Que rotina fica gosto de alegria e cores em uma fotografia.
Que me atentar aos pequenos detalhes fica cada vez mais fácil de viver a minha nada mole vida.
Bjs no coração
Debby :)

Fernanda Dionisia disse...

Oi Mirys, olha pelo lado bom, você venceu seus maiores desafios, derrubou enormes obstáculos que estavam dentro de você e que o H. aos poucos lhe ajudou a derrubar.
Cuidou do Guigo e da Nina com todas as forças,e eles cuidaram de vc com a força dos 3 mosqueteiros.
Você reencontrou o amor mesmo achando que não poderia mais, mesmo achando não ser merecedora.
Tudo isso é inspirador, ao meu ver você está vivendo o momento de inspirar de viver novos sonhos, vencer novos desafios, não tão grandes quanto os que vc viveu,mas eles são desafios...
Hoje você chora de alegria e não de tristeza, Relate suas alegrias,filosofe,traga mais tirinhas da Mafalda rsrs.
escrevi um livro,mas pra finalizar:
O blog é o que vc e guigo e a nina são e agora são todos os 6.
BEIJOSSSSSSSSS

Leila Chacon disse...

Oi Myris,sou das suas amigas virtuais que pouco comentam.Hoje passei aqui para lhe tranquilizar.Se por um motivo superior vc não pode postar fotos dos outros membros da sua família não se pressione e nem se sinta pela "metade".Não tem importância,nós sabemos que vc é muito verdadeira e uma pessoa amorosa e carinhosa que ama essas outras duas crianças por demais.As vezea não dá para fazer td que queremos.Fique com Deus e bjs.
Leila Chacon

Humberto Alves disse...

Compreender a incompreensão? Aceitar o inaceitável? Sujeitar-se ao imposto? Compartilhar o que não é compartilhável? Como? De que forma? Como se o amor precisasse de compreensão, ou que a alegria tivesse de ser aceita, como se fosse necessário sujeitar-se ao carinho ou como se a vida não fosse para ser compartilhada?

Minha Mi, meu Amor, vivo com você a mesma dor, a mesma falta do completo! Como é difícil pra você simplesmente ser impedida de compartilhar a vida que temos como se você pudesse apenas “ignorar” o que nos faz sermos SEIS! É difícil pra mim também, sabemos disso muito bem!

Mas amor, proponho não nos sentirmos mais assim, embora estejamos impedidos de “expor” nossos experiências, sabemos que o AMOR, o CARINHO, a ALEGRIA e a VIDA que temos nós seis, ahhhh essa vai continuar a existir, por todo lugar e para sempre! E a melhor forma que temos para demonstrar tudo isso, é transbordar essa felicidade a todo o momento, de todas as formas, em todos os lugares!

Mi, eu amo você, a Bia, o Guigo, a Nina e o Rê, e nós amamos e somos amados de todas as formas, damos e recebemos carinho em cada gesto, transmitimos e recebemos em troca a alegria em cada sorriso e vivemos uma vida incrível, sem igual, uma vida em SEIS! Podem nos tirar as fotos, mas nossos sentimentos, NUNCA!!! Não podemos compartilhar isso da forma como gostaríamos? É uma pena!!! Infelizmente HOJE, não podemos... Mas VIVEMOS!! Sim VIVEMOS!!!

Não canso de dizer: EU AMO VOCÊ e como é uma delícia viver com você!
Seu marido eternamente apaixonado,

Seu H.

Os Mosqueteiros! disse...

<3...

Anônimo disse...

querida Mirys, cheguei no seu blog através da "Juju na Bahia" e cheguei na juju lendo o blog da gusta que é sobre politica..portanto sou uma leitora de política que chegou no seu blog por causa de um post seu sobre viagem.. só que ao ler sua vida fiquei a tal ponto tocada que nunca mais parei de ler e li tudo..e leio sempre e assim que você e o Guigo e a Nina passaram a fazer parte da minha vida muito intimamente e muito embora esta seja uma relação unilateral e virtual, posso dizer que hoje vocês fazem parte dos meus amores..acompanhei o nascer desse namoro carinhosamente torci pelo H. e vibrei com ele.. amei a reação da Nina e do Guigo... claro que adorei a foto dos 6 mosqueteiros...
mas a foto nada importa: o que conta é o calor do coração...
Salve os 6 mosqueteiros! o Amor cura, e seja lá o que estiver meio doente.. o vosso exemplo sadio e vosso amor caloroso hão de curar!
P.S. moro a 1.200 km de sampa no meio de um mato, ...e quando entrou vírus no meu computador levei no técnico e voltou sem vírus e sem nada dentro.. sumiu tudo.. achei que pudesse ter acontecido o mesmo com as fotos..
agora fiquei 20 dias sem computador.. por isso só hoje li seu comentário sobre o meu comentário.
um grande abraço
e me desculpe por ter sido impertinente.
Odila

kaci disse...

Tento acompanhar blog com frequencia,pois amo seus posts!
Mas de vez em quando eu pisco e perco muitas coisas!
Nem vi a foto que imagino ser linda!
Mas seja lá o que estiver acontecendo vou torcer por voces!
Um abraço e amiga.

Jaqueline Cabral disse...

VIVA a sua história, mesmo sem poder mostrar. O amor é real, sabemos disso. Acreditamos e torcemos por sua nova família! Já amamos seus novos filhos, mesmo sem ver o rostinho deles. Que Deus os abençoe hoje e sempre! :)