terça-feira, 15 de outubro de 2013

Quanto mais você se envolve, melhor para o seu filho! (BC fotos - educação)

Desde sempre, eu fui envolvida com o aprendizado das crianças. Cansei de observar formigas, na calçada do prédio, quando o Guigo tinha só 1 ano; li muitas placas de rua com a Nina, com 3/4 anos, porque ela tinha acabado de descobrir as palavras; brinquei muuuuuuuuuuuuuuito de matemática, indo e voltando de viagem para a casa das avós; comprei "uma banca inteira" de revistas de atividades; já inventei inúmeros "jogos" de inglês para nos distrair durante viagens de carro. Se eu tiver que escolher entre 10 dias na praia, lagarteando ao sol e vendo a vida passar, OU 10 dias conhecendo uma cidade nova, indo a museus, explorando, visitando zoológicos e jardins botânicos, experimentando comidas diferentes, eu vou escolher a segunda opção! Se meus filhos puderem aprender brincando, eu apoio!!!

Todo começo de ano, eu escolho com carinho a escola que meus filhos vão frequentar. E eu me envolvo!!! Vou às reuniões de pais, participo como convidada de "aulas especiais", assisto a todas as apresentações (seja teatro, flauta, ballet, futebol), eu estudo junto pras provas (ou eu cobro os estudos) e dou o maior incentivo pras campanhas sociais. Afinal, se a escola que eu escolhi oferece algo além de aulas de matemática, português e cia, se ela orienta meus filhos (futuros cidadãos) a serem solidários, responsáveis pelo meio ambiente, auxiliadores, por que não apoiar??? Afinal, as crianças seguem mais o que você FAZ do que o que você FALA. Fato. Eu era assim, por que meus filhos não seriam?

Quantas vezes você já ouviu uma criança dizer "minha mãe mandou eu fazer isso, mas ELA não faz!"? Ou já viu pais que ensinam a criança a falarem a verdade e mandam os mesmos filhos dizerem que "eles não estão em casa", se não querem atender o telefone? Ou viu filhos de músicos (que curtem trabalhar com música) que se interessam por instrumentos musicais? Exemplos são muitos, mas a conclusão é bem parecida: se VOCÊ demonstra interesse em algo, se você se comporta de determinada maneira, seus filhos tendem a te imitar! É a velha estória dos pais serem os primeiros superheróis dos filhos! Se eles te admiram, se eles vêem a sua empolgação e dedicação, se você demonstra pra eles que aquilo é importante / legal / interessante, eles vão te seguir.

Por isso, eu leio livros com eles e para eles, eu os levo a museus, eu exploro uma praia contando a história daquele lugar, eu abro uma flor e estudo as partes dela (quando é isso que eles estão aprendendo na escola), eu olho com cuidado e elogio as primeiras letras, eu demonstro importância por tudo o que eles estão aprendendo. Eu me envolvo e tento trazer o aprendizado da sala de aula para a vida real, porque tudo fica mais interessante quando você pode VIVER o que você aprende.

Educação (só no sentido escolar, tá? Educação de "berço" é coisa pra outro post...) não é coisa só da escola! Se o colégio que você escolheu faz a parte dele, faça a sua: se envolva, participe, leve seu filho pra viajar pra "ensinar" história, vá com ele pra cozinha "estudar" ciências e matemática, incentive que ele escreva estórias pra "praticar" português. Garanto que os resultados vão compensar!



(Nina, com 5 anos, "explorando" as pegadas de dinossauros na cidade onde a gente foi morar. Detalhe: ela levou as fotos pra escola e muitas crianças da classe nem sabiam desse museu a céu aberto - apesar de terem nascido naquela cidade)

Esse post participa da blogagem coletiva de fotos sobre educação do Moça de Família. Mas eu tinha que escrever, não só postar foto... desculpa Dani!

10 comentários:

Marcela Nicioli disse...

Concordo com você e assino embaixo.
Aqui em casa também é assim.
Na escola que minha filha estudava eles marcaram uma reunião para explicar aos pais que iam começar a dar lição de casa 1 x por semana (ela levaria a lição na quinta e deveria entregar na segunda). A Quel tinha 3 anos. Várias mães ficaram indignadas com aquilo. Eu achei ótima a proposta da escola pq esse seria o primeiro contato dela com lição de casa. Fiz até "festinha da lição de casa" (comprei uma mesinha para ela fazer as atividades, lápis de cor e canetinhas novas) no dia em que ela chegou meio desconfiada com a lição. Eu e meu marido falamos pra ela como era legal fazer a lição e tals...na sexta ela já levou a lição pronta. No outro ano ela tinha 2 x por semana e assim foi...hoje ela está no 1º ano, já lê e escreve e faz lição todo dia feliz!

Ana disse...

Belas palavras, assino embaixo! A foto tb é muito linda, adoro criança curiosa.

Marcia Gullo disse...

Quando meus filhos eram menores confesso que a gente brincava mais... hoje estão adolescentes e as brincadeiras mudaram um pouco.... mas concordo contudo que vc postou aqui, e se mais pais e mães se preocupassem dessa maneira seria otimo.
Um beijo

Blog da Gullo

Marion disse...

Tb sempre fui assim... Hoje, com a Kerstin na Faculdade, continuo ali - acompanhando. Em outra medida, claro! Abs.

Raquel Ramos disse...

Mirys, é assim que ensinamos e que instigamos nossas crianças. Criança aprende o que ensinamos. Parabéns pela participação ativa na vida dos teus filhos.

Zizi Santos disse...

Adorei saber como participa da vida escolar das crianças. Tua criança é linda e investigativa. Seu incentivo a contagia. muito bom!
bj
Zizi

Luciene Tenório Nunes disse...

Oi Mirys,
A BC é de fotos, mas sem um relato como este que estampa bem o envolvimento que os pais devem ter na formação dos filhos, creio que a postagem ficaria incompleta.
Tenho um filho q este mês fará 2 anos (nem posso mais chamar de bebê pelo tamanho dele!). O ano escolar por aqui começou em setembro e ele ingressará na turminha dos dois anos em novembro. Ele precisa socializar, pq curioso e observador ele é. Mas ainda não forma palavras, apesar do esforço que visivelmente tem ao dizer sílabas repetidamente. Temos uma boa espectativa que esta será uma grande aventura para ele e uma fase de muitas surpresas para nós tb!
Bjs.

Margarete disse...

Tenho dois filhos, o mais velho tem 33 anos e minha caçula 18 anos. Sempre que estamos juntos procuramos tanto "brincar" , seja com piadas,joguinhos do face ou simplesmente assistindo os dois no video game, (viciados ao extremo).Eu ainda me envolvo nos estudos e trabalhos que minha filha tem na faculdade. Ela sempre busca minha opinião e orientação. Somos pais e estamos aqui pra isto, educar e servir como exemplo sempre!!!

Daniela Moreno disse...

Mi... aqui em casa é assim tbm!! Fazemos, ajudamos, acrescentamos, trabalhamos... educação se faz em casa... em todos os sentidos!

E olha... vc pode escrever à vontade! A #BCFotos não é só pra colocar a foto... é legal a gente escrever sobre o assunto. Assim, a gente enriquece a BC e o blog da gente!!

beijoca, flor!
PS: eu escrevo muito mal quando estou com fone de ouvido!!! kkkkkkk

Mirys Segalla disse...

Clap, clap, clap! Palmas pra todas vocês! Bom saber que ainda existem mães assim: envolvidas com a vida dos filhos! Tentando criar CIDADÃOS MELHORES!

Bjos e bênçãos.
Mirys